Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

35 ANOS

Chernobyl: Conheça cinco séries e filmes sobre o acidente para ver no streaming

DIVULGAÇÃO/HBO

Personagem da série Chernobyl, da HBO, aparece higienizando zona de explosão com jato de líquido

Série Chernobyl, da HBO, é uma das mais conhecidas sobre o acidente nuclear; conheça outras

ANDRÉ CARLOS ZORZI

azorzi@noticiasdatv.com

Publicado em 26/4/2021 - 6h45

O acidente nuclear de Chernobyl ocorreu há exatos 35 anos na usina da cidade de Pripyat, então na União Soviética (atualmente, o local fica na Ucrânia). O desastre de 26 de abril de 1986 marcou o mundo à época e foi tema de diversos filmes, documentários e séries.

O Notícias da TV separou cinco deles que estão disponíveis para você assistir em plataformas de streaming. Confira abaixo:

Chernobyl (2019)

A série da HBO foi bastante elogiada e conquistou prêmios importantes, como o Globo de Ouro de melhor minissérie para TV e o Emmy de melhor série limitada em 2019, entre outras indicações. Ao longo dos cinco episódios, são mostrados os bastidores e as decorrências do acidente nuclear.

A série Chernobyl está disponível para assistir no HBO Go. Assista a um vídeo da produção abaixo:

Chernobyl - Sinta a Radiação (2012)

Protagonizado pelo ator e cantor Jesse McCartney, o filme é ideal para quem está em busca de um terror sobre o tema. A história se desenrola quando um grupo de turistas e um guia local têm problemas no carro e acabam ficando presos na cidade cheia de radioatividade nos arredores da usina abandonada.

Chernobyl - Sinta a Radiação está disponível no Prime Video. Confira o trailer:

Depois de Chernobyl (2016)

Em quatro episódios, a série ucraniana tem como foco a história de amor entre a jovem Lera e o engenheiro nuclear Vitas, e aborda tanto a explosão e seus precedentes quanto tramas ocorridas 30 anos depois.

A série Depois de Chernobyl pode ser assistida na plataforma de streaming Prime Video. Confira um teaser:

Stalking Chernobyl: Exploração após o Apocalipse (2020)

Exibido em circuitos de documentários, a produção aborda a cidade abandonada de Pripyat e os arredores da usina como ponto turístico ucraniano, destacando o relato de alguns visitantes frequentes da região.

Stalking Chernobyl: Exploração após o Apocalipse está disponível no Prime Video. Veja o trailer abaixo:

Que Mundo É Esse? (2020)

O primeiro episódio da nona temporada de Que Mundo É Esse?, programa exibido pelo canal GloboNews em que os repórteres André Fran, Michel Coeli e Rodrigo Cebrian viajam por localidades distintas ao redor do planeta, trouxe uma visita às ruínas da cidade de Pripyat, onde se localizava a usina do acidente de 1986.

A atração está disponível para os assinantes do Globoplay + Canais ao Vivo. Os assinantes do streaming da Globo também podem relembrar esquetes exibidas pelo Zorra nos últimos anos que trouxeram Chernobyl como tema. Basta procurar pelo nome da usina no sistema de busca.

O que aconteceu em Chernobyl?

O desastre de Chernobyl foi o maior acidente nuclear da história, causado por uma falha no sistema de segurança em 26 de abril de 1986. À época, o governo local evacuou os moradores da região, sem explicar exatamente o que acontecia num primeiro momento. As autoridades soviéticas também tentaram esconder a gravidade do ocorrido inicialmente.

Por conta da explosão, parte significativa da região mantém altos índices de radiação até os dias de hoje. Apesar de a cidade de Pripyat estar abandonada desde a década de 1980, é possível visitá-la com a presença de guias autorizados desde 2012, o que transformou o local em ponto turístico. 


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.