Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TAY CONTI

Brasileira na luta livre encara maior chance de sua carreira nos Estados Unidos

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Tay Conti em ringue da AEW

Tay Conti em ringue da AEW; brasileira vai lutar pelo título feminino da empresa neste sábado (13)

VICTOR CIERRO VIEIRA

victor@noticiasdatv.com

Publicado em 13/11/2021 - 6h40

Principal brasileira no universo da luta livre atualmente, a carioca Tay Conti vai encarar a maior chance de sua vida na noite deste sábado (13). Estrela da AEW, uma das maiores ligas de wrestling do mundo, ela vai disputar o título feminino da companhia pela segunda vez em um embate com a campeã Britt Baker.

A oportunidade surgiu por causa de seu bom desempenho na companhia --ela acumula 30 vitórias neste ano, o que a levou ao primeiro lugar no ranking feminino da AEW. É uma virada e tanto para a judoca, que foi demitida pela gigante WWE no ano passado, em cortes provocados pela pandemia.

Mas a carioca ficou pouco tempo desempregada. Após algumas semanas fora dos ringues, Tay recebeu o convite da AEW e surpreendeu os funcionários da empresa com seus embates atléticos e de muita técnica.

Em entrevista exclusiva ao Notícias da TV, a judoca explica que não existe uma luta "especial". A brasileira prefere trabalhar seu nível de intensidade de maneira constante pois, de acordo com ela, a oportunidade pode chegar a qualquer hora: ''Eu costumo dizer que a gente precisa estar sempre preparada. Eu estou sempre pronta, sempre treinando para a melhor luta da minha vida''.

Apesar da ansiedade para o confronto desta noite, a lutadora mantém os pés no chão. Na opinião de Tay, a atual campeã da AEW faz um trabalho impecável tanto no microfone quanto no ringue. Acostumada a ter a torcida ao seu favor, ela antecipa como o estádio vai reagir em seu confronto: ''Vai ser bem dividido. É uma coisa nova, diferente para mim''.

Mesmo com o público dividido, a judoca sabe da importância da torcida do Brasil. Em homenagem aos seus fãs no país, Tay afirma que está lutando no exterior por todo o povo brasileiro. 

O número reduzido de fãs de luta livre por aqui não condiz com o barulho feito por essa torcida. Com o aumento de lutadores brasileiros na AEW, o interesse do público nacional também cresceu. Como consequência, o canal Space fechou um contrato com a empresa para transmitir os programas semanais ao vivo.

Com a exibição feita na última quarta-feira (10), o público brasileiro pôde assistir às lutas de Tay Conti, Cezar Bononi, Adrian Jaoude e Júnior dos Santos, mais conhecido como Cigano, ao vivo. Emocionada com a notícia, a carioca se empolga com a transmissão em tempo real: ''É uma coisa muito emocionante''.

Todas as quartas-feiras, às 22h (horário de Brasília), o Space transmite o AEW Dynamite. E nas sextas-feiras, à meia-noite, o programa Rampage é exibido pelo mesmo canal.

Planos para o futuro

Antes de disputar o cinturão feminino da AEW, a judoca carioca já tem planos para o futuro. Enquanto a companhia não anuncia a criação de títulos para duplas femininas --como já ocorre com os homens--, Tay pensa em tomar essa iniciativa por conta própria:

Eu sempre converso com a Anna Jay [parceira de duplas], e colocamos como objetivo nosso criar uma divisão de tag feminina na AEW. E a gente vai conseguir. Nós tivemos o exemplo das Iiconics [atualmente conhecidas como The Iinspiration] na WWE. Elas foram as pioneiras, começaram a criar lá. Temos isso como exemplo. Estamos no caminho certo, estamos dando o nosso melhor e conseguindo demonstrar nosso trabalho. Mas agora é ter paciência.

Além deste plano, a judoca também pensa em outras possibilidades na empresa de luta livre. Ao ser questionada sobre com qual lutador ela gostaria de formar uma dupla, a carioca hesita um pouco, mas acaba cravando: ''Acho que com o Adrian [Jaoude], ele ainda não está contratado, mas seria minha primeira opção''.

Em preparação para a disputa do título, confira a última luta de Tay na AEW:

TUDO SOBRE

AEW

Space

WWE


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.