Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

FRED RING

Após pedir demissão da Globo, jornalista desabafa: 'Estou livre das amarras'

Divulgação/TV Globo

O jornalista Fred Ring de camisa verde escura, sorri no cenário do programa Tá na Área, do SporTV

O jornalista Fred Ring no cenário do Tá na Área, do SporTV; ele pediu demissão da Globo e foi para a Jovem Pan

FERNANDA LOPES

Publicado em 27/8/2020 - 7h15

Há menos de um mês, o jornalista Fred Ring pediu demissão do SporTV, onde trabalhava como apresentador do Tá na Área. Desde então, tem feito comentários ácidos sobre o antigo emprego. Recém-contratado da Jovem Pan, em setembro ele estreará um novo programa na emissora de rádio, comemorando o fato de estar livre da Globo.

"Sou novo na casa, há dez dias ainda era funcionário do Esporte da Globo e estava buscando liberdade. Pedi demissão e estou livre das amarras. A Pan tem a minha cara, me identifico demais com a visão [da empresa]", desabafou ele, durante apresentação dos novos programas que estrearão na emissora de rádio.

Ring deixou a Globo, onde trabalhava desde 2016, após se envolver numa polêmica. Pegou mal um post que ele fez em uma rede social, em 20 de julho, em que dizia que o Corinthians tinha um "apito amigo" que o favorecia no Campeonato Paulista. Torcedores reclamaram, e a postagem foi apagada. O apresentador disse que hackers haviam invadido sua conta.

Em 18 de agosto, ele deu entrevista ao programa Pânico, também na Jovem Pan, em que declarou ter sofrido perseguição no canal esportivo. "Havia uma perseguição pessoal. Posso dizer que, muitas vezes, o canal me bancou e me defendeu, mas havia uma perseguição pessoal de uma comentarista mulher, loira, que lacra pra caramba", disse Ring.

A partir de 14 de setembro, ele apresentará de segunda a sexta o De Tudo um Pouco. O programa irá ao ar na rádio e na Panflix (plataforma de streaming da Jovem Pan), de 21h a 22h30. A ideia, como o nome sugere, é misturar assuntos, como esporte, política e curiosidades.

"O programa pra mim é uma realização pessoal, porque mistura uma variedade de assuntos com talk show. Um negócio muito legal, um desejo pessoal que eu tinha de poder entrevistar todo tipo de pessoa, com todas as ideias possíveis", comentou.

Ring comandará a atração ao lado de Leandro Narloch, que também foi para a Jovem Pan após ter problemas na TV. Em 8 de julho, durante uma participação no jornal Live CNN Brasil, Narloch afirmou ao vivo que a decisão do Supremo Tribunal Federal que libera homossexuais a doarem sangue representava uma "mudança pequena" na sociedade e que "gays têm uma chance muito maior de ter Aids". A fala foi criticada na web, e dois dias depois ele foi demitido da CNN.

No De Tudo um Pouco, Narloch será comentarista fixo dos temas que virão a ser abordados. "Tô muito feliz, é um programa mais leve. Eu me incomodava um pouco, em outros trabalhos, de ficar muito preso [como comentarista] ao que o Bolsonaro disse, será que ele quis dizer isso... A gente vai falar disso aqui, mas provavelmente tirando um sarrinho, com algum humor. A gente conseguiu misturar humor, um tom mais descontraído, com informação, com notícia", explica.

Além dos dois, o programa também terá participações de correspondentes internacionais e especialistas nos assuntos de cada edição.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?