Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DANÇA DAS CADEIRAS

Mercado de TVs perde Sony e Panasonic em 2021; Toshiba volta após cinco anos

FOTOS: REPRODUÇÃO

TV Toshiba de 65 polegadas com visual futurista

TV Toshiba 4K de 65": painel de pontos quânticos e comandos de voz, mas faltam aplicativos

EDUARDO BONJOCH

edubonjoch@gmail.com

Publicado em 29/12/2021 - 6h15

O ano de 2021 foi movimentado na área de TVs. Sony e Panasonic, duas das marcas japonesas mais tradicionais do setor, pararam de fabricar televisores no Brasil. Ao mesmo tempo, a Toshiba voltou ao mercado nacional depois de cinco anos, com uma nova parceira: a brasileira Multilaser. E teve também a estreia dos modelos da Britânia, popular na linha de eletrodomésticos.

A saída das marcas japonesas não surpreendeu o mercado, já que elas amargavam prejuízos e baixas margens de lucro no país há alguns anos. São empresas que, para sobreviver, se viram obrigadas a entrar na guerra de preços imposta pelos fabricantes coreanos e chineses, como Samsung, LG e TCL, as marcas que hoje mais vendem TVs no Brasil. E isso foi desastroso, tornando o negócio de TVs pouco interessante financeiramente.

Para crescer com o vazio deixado pela Sony, a Multilaser fechou parceria com a Toshiba em 2021, marca da chinesa Hisense, patrocinadora da Eurocopa. Bem conhecida por aqui após 40 anos de aliança com a Semp, atualmente com a TCL, a Toshiba voltou para reforçar a linha de telas grandes de alta tecnologia do grupo brasileiro, que já produzia modelos de baixo custo com marca própria.

Por enquanto, a presença ainda é tímida, e há poucos modelos à venda. Com preços a partir de R$ 3 mil, as TVs Toshiba de 55 e 65 polegadas aceitam comandos de voz e oferecem painel de pontos quânticos. Essa tecnologia, também explorada por marcas como Samsung, LG e TCL, apresentam cores mais puras em relação às das TVs de LED convencionais. O ponto negativo fica por conta da plataforma Vidaa, limitada na oferta de aplicativos.

A carência de apps de smart TV fica evidente ainda nas TVs da Britânia. Os serviços Disney+ e HBO Max, por exemplo, não estão disponíveis. Também não dá para fazer buscas de conteúdo e comandar as funções básicas a partir da voz. Em uma pesquisa online, o Notícias da TV encontrou modelos de 39 polegadas com resolução HD a telas 4K com 55 polegadas. O custo varia de R$ 1,5 mil a R$ 5 mil.

Marca volta ao Brasil com a Mondial  

TVs da Aiwa ficam para 2022

Embora anunciadas para o final de 2021, as TVs da brasileira Mondial só devem chegar ao mercado a partir de março de 2022. Há grande expectativa, já que a empresa comprou a fábrica da Sony na Zona Franca de Manaus (AM) para ingressar no setor. Recentemente, ela licenciou, junto à Sony, a marca japonesa Aiwa, que será adotada nos novos televisores e ficou popular no país com sua linha de aparelhos de som nos anos de 1990.   

As novas TVs serão fabricadas em uma área total de 27 mil metros quadrados, que inclui laboratórios e todo o maquinário para a produção de televisores. Segundo a Mondial, boa parte dos funcionários que já trabalhavam no local também foi mantida nesta nova fase, incluindo engenheiros e diretores.

TUDO SOBRE

Smart TV

TV 4K


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.