Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SENSAÇÃO

Vale a pena assistir The Boys? Cinco razões para maratonar série do Prime Video

FOTOS: REPRODUÇÃO/PRIME VIDEO

Antony Starr caracterizado como Capitão Pátria em cena de The Boys: herói sorri para alguém fora da câmera

Capitão Pátria (Antony Starr) é líder do grupo de super-heróis Os Sete em The Boys: cordeiro em pele de lobo

DANIELE AMORIM

daniele.amorim@noticiasdatv.com

Publicado em 24/10/2020 - 6h50

A segunda temporada de The Boys no Prime Video deu o que falar nas redes sociais. Com a estratégia da plataforma de lançar episódios semanalmente, os internautas corriam para a internet a cada capítulo para darem seu parecer sobre a história de vingança de Billy Butcher (Karl Urban) contra o Capitão Pátria (Antony Starr). O segundo é o líder da legião de super-heróis chamada de Os Sete. 

O grupo dos "supostos" mocinhos é formada pelo sete melhores super-heróis do mundo. Além do Capitão Pátria, os outros integrantes são Rainha Maeve (Dominique McElligott), Trem-Bala (Jessie Usher), Profundo (Chace Crawford), Translúcido (Alex Hassell), Black Noir (Nathan Mitchell) e Luz-Estrela (Erin Moriarty).

Do outro lado, por conta de um trauma do passado, Butcher se junta com o grupo de amigos para dar um fim ao time de elite. São eles: Hughie (Jack Quaid), Leitinho (Laz Alonso) e Francês (Tomer Kapon). Ele afirma que os mocinhos, na verdade, são bandidos que precisam ser detidos. 

Mas, para quem ainda não começou a acompanhar a série da Prime Video, pode soar estranho ouvir por cima a trajetória de super-heróis que se parecem com os mocinhos de histórias mais conhecidas, como o Superman, o Flash ou a Mulher-Maravilha.

Se você ainda não entrou nessa febre das séries americanas, o Notícias da TV lista cinco razões para dar uma chance a The Boys e maratoná-la. Confira:

História 'real' de heróis

Diferentemente do aspecto mais "solar" das tramas de heróis contadas em séries como Supergirl e Legends of Tomorrow, The Boys mostra um lado real e cru destes personagens. Claro, tomadas as devidas proporções, já que não vivemos em um mundo onde existem pessoas com superpoderes.

Eles são contratados pela empresa de segurança Vought, e a indústria lucra com a imagem dos "mocinhos" com produtos licenciados, filmes e eventos. Algo que não é difícil de imaginar caso existissem heróis em nosso mundo.

Na série da Prime Video, esses personagens não se parecem em nada com os protagonistas do canal de público adolescente. Em The Boys, eles erram, são egoístas, e principalmente, quase todo mundo é mau-caráter. O grande trunfo da série é apresentar as nuances de personalidade de cada um deles.  

Chace Crawford e Karl Urban estão no elenco

Lembra de mim?

O elenco de The Boys é uma boa chance de reencontrar um ator que se tornou conhecido por um outro trabalho. Chace Crawford é um deles. O intérprete da paródia do Aquaman viveu Nate Archibald em Gossip Girl (2007-2015). 

Já Karl Urban é conhecido pela comunidade geek. O ator fez o médico McCoy nos filmes do reboot de Star Trek (2009-2016), e esteve em dois filmes da trilogia de Senhor dos Anéis (2001-2003) como o guerreiro Éomer. 

Boa trilha sonora

A escolha das músicas que norteiam a história dos Sete é um show à parte e precisa ser considerada nessa lista. Como a série tem um estilo mais agressivo e sangrento em suas imagens, nada mais justo do que a trilha sonora seguir a mesma linha. 

Na primeira temporada da série, era de costume que a última cena do episódio tivesse uma música para combinar com o clima violentode The Boys. Nessa lista estão as canções London Calling do The Clash, Barracuda do Heart e Cherry Bomb do The Runaways. 

Críticas certeiras

Apesar de ser uma história em um mundo com super-heróis, a condução da série também sabe apontar problemas reais na trama. Abuso de drogas, estupro, racismo e vício em uma vida de boas aparências nas redes sociais são alguns dos tópicos retratados na série da Prime Video.

Tais assuntos são tratados de maneira corriqueira e não parecem maçantes ao espectador. Ponto para a condução feita pelo roteirista Eric Kripke com base nos quadrinhos da DC Comics e Dynamite Entertainment.

Ver tudo de uma vez

Apesar de a segunda temporada ter terminado com um gancho poderoso, vale a pena encarar The Boys agora. Com a maratona das duas partes, a história da vingança de Billy Butcher e Hughie pode ser compreendida de maneira mais fácil. 

Claro que haverá saudade depois do término da série mas, pelo menos, a internet está cheia de teorias sobre a terceira temporada. Dá pra se ocupar enquanto espera pelos próximos episódios. 

Ficou curioso? Confira o trailer de The Boys: 


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?