Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CRÍTICA

A Sogra que Te Pariu: Série da Netflix mira em Sai de Baixo, mas erra feio

Divulgação/Netflix

Rodrigo Sant'Anna em cena de A Sogra que Te Pariu

Rodrigo Sant'Anna em cena de A Sogra que Te Pariu, primeira sitcom brasileira da Netflix

ANDRÉ ZULIANI

andre@noticiasdatv.com

Publicado em 13/4/2022 - 6h20

Primeira sitcom brasileira da Netflix, A Sogra que Te Pariu estreia na Netflix nesta quarta-feira (23) com a missão de repetir o sucesso de produções como Sai de Baixo (1996-2002; 2013) e Vai Que Cola. Mesmo com o talento de Rodrigo Sant'anna, o tiro sai pela culatra e o resultado fica (muito) abaixo do esperado.

Na série, Sant'Anna, cuja vocação para a comédia já foi comprovada em humorísticos Zorra (2015-2020) e Os Suburbanos (2015-2019), interpreta Dona Isadir, personagem inspirada em sua mãe --assim como Paulo Gustavo (1978-2021) criou Dona Hermínia, a protagonista da franquia Minha Mãe É uma Peça.

Para caracterizar Dona Isadir, o comediante de 41 anos usou como base a sua experiência ao viver com a mãe durante a pandemia de Covid-19. No início da crise sanitária, Sant'Anna a levou para morar com ele e seu marido, atitude que, segundo o próprio ator, rendeu inúmeras situações cômicas --e desesperadoras-- entre os três.

Como se fosse um espelho da vida real, A Sogra Que Te Pariu tem início em março de 2020, mesma época em que o Brasil inteiro se fechou em quarentena para combater o novo coronavírus. Dona Isadir (Sant'Anna) arruma as malas para ir morar na luxuosa residência do filho Carlos (Rafael Zulu) na Barra da Tijuca, zona nobre do Rio de Janeiro.

O que deveria durar apenas algumas semanas torna-se meses, e o período da protagonista na casa de Carlos vira um inferno não apenas para ele, mas também para a sua mulher e filhos. A principal afetada acaba sendo Alice (Lidi Lisboa), nora de Isadir, que entra em desespero com a sogra insistindo em continuar morando com eles.

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Rafael Zuli e Lidi Lisboa

Rafael Zulu e Lidi Lisboa na comédia

Idealizada por Sant'Anna, a sitcom tem como único artifício cômico as tiradas inteligentes de Dona Isadir. Com estilo invasivo e linguajar popular, ela constrange filho e nora constantemente, enquanto os netos Jonas (Pedro Ottoni) e Márcia (Bárbara Sut) se deliciam com a situação.

A boa performance de Sant'Anna, no entanto, mal consegue esconder a pobreza criativa das dinâmicas vistas em A Sogra Que Te Pariu. A situação piora se consideradas as atuações de Zulu e Lidi, que não conseguem repetir a naturalidade com que o protagonista dá dinamismo para os diálogos cômicos.

Nem mesmo Pedro Ottoni, uma das grandes promessas do humor nacional, consegue se salvar do fiasco desta primeira temporada, que conta com 10 episódios de 25 minutos. Por seguir o formato clássico das sitcoms, após cada piada ruim surge o riso da plateia, o que torna a experiência de assistir à série ainda mais constrangedora.

Como a Netflix prioriza visualização à qualidade, Sant'Anna pode ter a oportunidade de corrigir erros e ver o que não deu certo para uma possível segunda temporada de A Sogra que Te Pariu. Talento não falta para o ator, e o potencial de Dona Isadir é grande para ser descartado após um primeiro ano flopado.

Assista ao trailer oficial de A Sogra que Te Pariu:

Confira abaixo a lista de artistas convidados da primeira temporada da série:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.