Recap S16E14

Salada de sofrência, episódio de Grey's Anatomy sintetiza série em 42 minutos

Divulgação/ABC

Com um estetoscópio no pescoço, Giacomo Gianniotti olha para Ellen Pompeo, que toca o seu ombro esquerdo em Grey's Anatomy

Os atores Giacomo Gianniotti e Ellen Pompeo em cena do 14º episódio da 16ª temporada da série Grey's Anatomy

JOÃO DA PAZ - Publicado em 19/05/2020, às 22h00

[Atenção: este texto contém spoilers]

Grávida desolada, rompimento de namoro, transtorno explosivo, discussões, mentiras no relacionamento... O 14º episódio da 16ª temporada de Grey's Anatomy, exibido nesta terça-feira (19) pelo Sony Channel, contou com isso e muito mais sofrência durante 42 minutos de cenas, uma salada básica de tudo o que o drama hospitalar faz (e muito bem) desde seus primórdios.

Chamado de A Diagnosis (Um Diagnóstico), o capítulo encerrou a dolorosa penitência da paciente Suzanne Britland (Sarah Rafferty, ex-Suits), que finalmente recebeu dos médicos a notícia sobre qual mal lhe acometia: uma complicação da doença de Still, inflamatória, que foi controlada com injeção de esteroides. Suzanne foi encaminhada a um reumatologista para seguir o tratamento.

A médica surda Lauren Riley (Shoshannah Stern) fez o diagnóstico juntamente com Andrew DeLuca (Giacomo Gianniotti). Ele conseguiu um feito e tanto na vida profissional, mas descuidou de si mesmo nesse processo, passando pelos dias praticamente sem dormir e tendo momentos de estresse elevado.

Carina (Stefania Spampinato), a irmã de Andrew, encarou isso sob outro prisma. Ela procurou Meredith Grey (Ellen Pompeo), a namorada do médico residente, para compartilhar sua cautela. A ginecologista citou cinco momentos nos quais Andrew exibiu mudanças bruscas de comportamento, incluindo a decisão tomada lá atrás, de assumir os crimes cometidos pela namorada.

Há na família DeLuca um histórico de transtorno bipolar. E Carina se preocupou porque essas oscilações no humor do irmão estão ocorrendo na mesma idade em que o pai deles começou a exibir sintomas do distúrbio.

Meredith ficou feliz por Suzanne não ter morrido, mas se irritou com Andrew por ele agir de maneira inconsequente, trabalhando no caso mesmo depois de ter sido afastado (justamente pelo seu comportamento fora de controle). Eles discutiram e o médico gritou que havia conseguido salvar uma vida, feito o que tinha que fazer.

Só que Meredith jogou a pá de terra final: "Você fala igual ao seu pai". Mostrando serenidade, Andrew olhou nos olhos da namorada e decretou, sem hesitar: "Eu não preciso de você". E o relacionamento deles chegou ao fim.

reprodução/abc

Grávida, Amelia (Caterina Scorsone) encara Link (Chris Carmack) antes de terminar o namoro


Vai e volta

Grey's Anatomy já fez isso vários vezes: terminar o relacionamento de um casal para lá no final da temporada reatá-los de novo. Será esse o caso de Meredith e Andrew? Outros dois relacionamentos também foram abalados nesse episódio.

Com a autoestima lá embaixo, a grávida neurocirurgiã Amelia Shepherd (Caterina Scorsone) estava em uma encruzilhada. Ela vestiu uma roupa de ficar em casa para passar o dia deitada na cama, refletindo sobre sua vida amorosa. Ela não sabe ainda se o pai da criança é Owen Hunt (Kevin McKidd), seu ex-marido, ou Atticus "Link" Lincoln (Chris Carmack), seu atual namorado.

O que deixou Amelia enfezada foi que Link pediu um teste de paternidade. Os dois se encontraram na sala da casa da médica e ela deu o decreto para o namorado: quer que o bebê seja amado não importa quem seja o pai e não fará o teste. Assim, decidiu terminar o relacionamento.

Ainda no departamento de corações partidos, o estagiário Levi Schmitt (Jake Borelli) ficou enfurecido com o namorado Nico Kim (Alex Landi). Ele queria conhecer a família do parceiro, que foi irredutível com a proposta, argumentando que seus pais são muito ranzinzas e críticos. Na verdade, essa resistência tinha outra razão.

O detalhe é que o ortopedista Nico não assumiu sua homosexualidade perante os pais. A indignação de Levi tem certo sentido, porque lá no começo do namoro, Nico fez todo um discurso sobre não gostar de sair com quem não se assumiu publicamente. E essa relação cheia de arestas só ganhou mais um problema.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve passar após Fina Estampa?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook