14ª temporada

Com lésbica, Grey’s Anatomy ousa ao mostrar expert em masturbação feminina

Divulgação/ABC

Jessica Capshaw (à esq) com Stefania Spampinato na atual temporada de Grey's Anatomy - Divulgação/ABC

Jessica Capshaw (à esq) com Stefania Spampinato na atual temporada de Grey's Anatomy

JOÃO DA PAZ - Publicado em 08/12/2017, às 05h17

A série Grey’s Anatomy não economiza ousadias e, na atual 14ª temporada, traz uma médica lésbica, Carina DeLuca (Stefania Spampinato), especializada em masturbação feminina. Para apimentar ainda mais a trama, ela é irmã de Andrew (Giacomo Gianniotti) e tem um caso com Arizona Robbins (Jessica Capshaw), colega de quarto do cirurgião residente.

O plano de estudos de Carina, analisar a reação do cérebro de mulheres durante o orgasmo estimulado pela masturbação, é apresentado no segundo episódio da atual temporada. A série é exibida pelo Canal Sony, às segundas-feiras, e os últimos episódios ficam disponíveis no Now, plataforma de vídeo sob demanda das operadoras Net e da Claro TV, sem nenhum custo adicional ao assinante.

Carina deixou a Itália para apresentar seu projeto a Miranda Bailey (Chandra Wilson), a chefe de cirurgia do hospital Grey Sloan Memorial. A ideia da ginecologista é usar um aparelho de ressonância magnética para registrar imagens dos exames e analisar como o cérebro feminino se comporta em momentos de extremo prazer.

A pesquisa revolucionária visa ir além. Tem como objetivo abrir um caminho para ajudar na criação de um Viagra feminino e entender como a estimulação sexual pode controlar a dor no corpo de uma mulher.

Carina apostou no Grey Sloan porque acreditou que Miranda, uma chefe pró-feminismo e ativista, não iria torcer o nariz para a proposta de liberar um equipamento do hospital para mulheres se tocarem.

A novidade causa furor nos corredores. Todas as médicas ficam curiosas com o experimento, fascinadas ao verem como o cérebro fica durante uma masturbação. Mas só uma delas teve a coragem de se apresentar como voluntária, Amelia Shepherd (Caterina Scorsone), em uma decisão que salvou sua vida.

Episódios inéditos
O Canal Sony também libera no Now episódios inéditos de How to Get Away with Murder e Inumanos, após suas exibições na TV.

Na atual quarta temporada do drama criminal, a arrojada advogada Annalise Keating (Viola Davis) bem que tenta seguir sua vida sem seus estagiários. Mas não consegue.

Annalise assume casos para trabalhar de graça e se depara com dois ex-pupilos no meio da jornada: Michaela Pratt (Aja Naomi King), agora em uma poderosa firma de advocacia na Filadélfia, e Connor Walsh (Jack Falahee), que não teve tanta sorte quanto a colega e está desempregado _por isso, se coloca à disposição para ajudar a antiga chefe.

Uma das tramas mais interessantes de How to Get Away with Murder envolve Annalise e seu novo psiquiatra, Isaac Roa (Jimmy Smits). Ela foi forçada a fazer sessões para tratar seu problema com o álcool. A relação dos dois rapidamente passa do nível profissional para uma atração física. Mas a advogada tem medo de se envolver com Isaac e relembrar o casamento com Sam (Tom Verica), que foi seu psicólogo.

Já Inumanos é uma aposta da Marvel que não deu certo. Mesmo superbadalada, com direito a lançamento no cinema e o ex-Game of Thrones Iwan Rheon no elenco, a série não vingou, com baixa audiência nos Estados Unidos. A história ambientada no universo cinematográfico de Os Vingadores e Agents of Shield, entre outros, é sobre uma raça de mutantes criados por alienígenas.

Leia também

 

 

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook