Premiação

Game of Thrones perde Emmy de roteiro e direção por episódio final e batalha no escuro

Divulgação/HBO

O ator Peter Dinklage em cena do final de Game of Thrones; episódio controverso perdeu o Emmy de roteiro

O ator Peter Dinklage em cena do final de Game of Thrones; episódio controverso perdeu o Emmy de roteiro

JOÃO DA PAZ - Publicado em 22/09/2019, às 00h51 - Atualizado às 20h49

A temporada final de Game of Thrones (2011-2019) ganhou o Emmy de melhor drama, em cerimônia realizada no último domingo (22), mas ficou sem duas estatuetas importantes, de roteiro e direção. Sinal de que os votantes da Academia de Televisão americana ecoaram a voz do público e da crítica, que massacrou dois episódios chaves da série.

O final controverso, que chegou a colocar Game of Thrones naquelas listas de piores últimos episódios de uma série, perdeu o Emmy de melhor roteiro para Succession, também da HBO. A maioria das críticas girou em torno do desfecho dos principais personagens da trama fantasiosa: Daenerys (Emilia Clarke) e Jon Snow (Kit Harington).

Intitulado de The Iron Throne, esse capítulo polêmico também concorreu ao Emmy de melhor direção, junto a outros episódios da série: The Last Starks e The Long Night. Esse último foi aquele da batalha no escuro em que ninguém viu nada, que curiosamente ganhou três Emmys pelo áudio.

O episódio em questão, com um confronto de quase uma hora e meia de duração entre humanos e zumbis, foi dirigido pelos criadores da série, David Benioff e D.B. Weiss. A dupla perdeu para Jason Bateman, ator que também dirige episódios de Ozark, atração da Netflix.

Noite de surpresas

O Emmy de 2019 foi uma noite de surpresas. Se na disputa por melhor drama deu o óbvio, entre as comédias não foi assim. A excelente Fleabag (2017-2019) ganhou a principal estatueta da categoria, e sua criadora, Phoebe Waller-Bridge, venceu ainda como melhor atriz e roteirista.

Ela conseguiu um feito, que foi derrotar a até então imbatível Julia Louis-Dreyfus pela última temporada de Veep. Julia perdeu pela primeira vez concorrendo pela atração da HBO na categoria melhor atriz de comédia. Ela venceu nas seis premiações anteriores em que foi indicada.

Killing Eve também deixou o público extasiado com a vitória da estreante Jodie Comer na categoria melhor atriz de série dramática. Jodie derrotou Sandra Oh, da mesma série, que até então era a favorita para esse troféu. Killing Eve é uma criação da própria Phoebe Waller-Bridge.

Dito isso, três categorias foram cravadas por especialistas e apostadores. Billy Porter, de Pose, venceu como melhor ator (primeiro gay assumido a ganhar essa categoria em 70 anos de Emmy); Julia Garner, de Ozark, levou a disputa de melhor atriz coadjuvante; e Peter Dinklage, de Game of Thrones, ficou com o prêmio de melhor ator coadjuvante. Todos essas estatuetas foram nas categorias de séries dramáticas.

De goleada

Grande surpresa do ano, a minissérie Chernobyl roubou a cena novamente. A atração da HBO ganhou três estatuetas na principal noite do Emmy, incluindo melhor minissérie. Somadas às conquistas dos prêmios técnicos, o total de vitórias chegou a dez. Sua grande rival, Olhos que Condenam, da Netflix, ganhou só duas estatuetas.

O duelo Chernobyl e Olhos Que Condenam era o mais aguardado do Oscar da TV. No final das contas, a produção da Netflix não foi páreo e perdeu de lavada. Chernobyl carimbou o rótulo de fenômeno deste ano, e a dezena de prêmios coroa um trabalho impecável, principalmente atrás das camêras.

Além de melhor minissérie, Chernobyl levou as seguintes estatuetas: direção, roteiro, fotografia, composição musical, edição, produção (drama de época ou fantasioso), edição de som, mixagem de som e efeitos visuais.

Olhos que Condenam ficou com duas categorias previsíveis, que seria uma enorme surpresa se não ganhasse: escalação de elenco e melhor ator, prêmio recebido por Jharrel Jerome, aclamado pela plateia do Emmy, que o aplaudiu de pé.

Chernobyl é a decima produção da HBO a vencer como melhor minissérie. E a Netflix continua nenhuma vitória nessa categoria.

Confira a lista dos vencedores (em negrito) nas principais categorias de séries do Emmy de 2019:

Melhor drama
Better Call Saul (Netflix)
Bodyguard (Netflix)
Game of Thrones (HBO)
Killing Eve (Globoplay)
Ozark (Netflix)
Pose (Fox Premium)
Succession (HBO)
This Is Us (Fox Premium)

Melhor comédia
Barry (HBO)
Fleabag (Amazon)
Russian Doll (Netflix)
Schitt's Creek (inédita no Brasil)
The Good Place (Netflix)
The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)
Veep (HBO)

Melhor minissérie
Chernobyl (HBO)
Escape at Dannermora (inédita)
Fosse/Verdon (Fox Premium)
Sharp Objects (HBO)
Olhos Que Condenam (Netflix)

Melhor ator de série dramática
Bob Odenkirk (Jimmy McGill em Better Call Saul)
Kit Harington (Jon Snow em Game of Thrones)
Jason Bateman (Martin Byrde em Ozark)
Billy Porter (Pray Tell em Pose)
Sterling K. Brown (Randall Pearson em This Is Us)
Milo Ventimiglia (Jack Pearson em This Is Us)

Melhor atriz de série dramática
Emilia Clarke (Daenerys Targaryen em Game of Thrones)
Robin Wright (Claire Underwood em House of Cards)
Viola Davis (Annalise Keating em How to Get Away with Murder)
Sandra Oh (Eve Polastri em Killing Eve)
Jodie Comer (Villanelle em Killing Eve)
Laura Linney (Wendy Byrde em Ozark)
Mandy Moore (Rebecca Pearson em This Is Us)

Melhor ator coadjuvante de série dramática
Giancarlo Esposito (Gus Fring em Better Call Saul)
Jonathan Banks (Mike Ehrmantraut em Better Call Saul)
Nikolaj Coster-Waldau (Jamie Lannister em Game of Thrones)
Peter Dinklage (Tyrion Lannister em Game of Thrones)
Alfie Allen (Theon Greyjoy em Game of Thrones)
Michael Kelly (Doug Stamper em House of Cards)
Chris Sullivan (Toby Damon em This Is Us)

Melhor atriz coadjuvante de série dramática
Gwendoline Christie (Brienne de Tarth em Game of Thrones)
Lena Headey (Cersei Lannister em Game of Thrones)
Sophie Turner (Sansa Stark em Game of Thrones)
Maisie Williams (Arya Stark em Game of Thrones)
Fiona Shaw (Carolyn Martens em Killing Eve)
Julia Garner (Ruth Langmore em Ozark)

Melhor ator de série de comédia
Bill Hader (Barry em Barry)
Don Cheadle (Mo Monroe em Black Monday)
Anthony Anderson (Andre Johnson em Blackish)
Eugene Levy (Johnny Rose em Schitt's Creek)
Ted Danson (Michael em The Good Place)
Michael Douglas (Sandy Kominsky em The Kominsky Method)

Melhor atriz de série de comédia
Christina Applegate (Jen em Dead to Me)
Phoebe Waller-Bridge (Fleabag em Fleabag)
Natasha Lyonne (Nadia em Russian Doll)
Catherine O’Hara (Moira Rose em Schitt's Creek)
Rachel Brosnahan (Miriam Maisel em The Marvelous Mrs. Maisel)
Julia Louis-Dreyfus (Selina Mayer em Veep)

Melhor ator coadjuvante de série comédia
Stephen Root (Monroe Fuches em Barry)
Henry Winkler (Gene Cousineau em Barry)
Anthony Carrigan (Noho Hank em Barry)
Alan Arkin (Norman Newlander em The Kominsky Method)
Tony Shalhoub (Abe Weissman em The Marvelous Mrs. Maisel)
Tony Hale (Gary Walsh em Veep)

Melhor atriz coadjuvante de série de comédia
Sarah Goldberg (Sally Reed em Barry)
Sian Clifford (Claire em Fleabag)
Olivia Colman (Avó em Fleabag)
Betty Gilpin (Debbie Eagan em Glow)
Kate McKinnon (Vários personagens em Saturday Night Live)
Alex Borstein (Susie Myerson em The Marvelous Mrs. Maisel)
Marin Hinkle (Rose Weissman em The Marvelous Mrs. Maisel)
Anna Chlumsky (Amy Brookheimer em Veep)

Melhor ator de minissérie ou telefilme
Hugh Grant (Jeremy Thorpe em A Very English Scandal)
Jared Harris (Valery Lagasov em Chernobyl)
Benicio del Toro (Richard Matt em Escape at Dannemora)
Sam Rockwell (Bob Fosse em Fosse/Verdon)
Mahershala Ali (Wayne Hays em True Detective)
Jharrel Jerome (Korey Wise em Olhos Que Condenam)

Melhor atriz de minissérie ou telefilme
Patricia Arquette (Joyce Mitchell em Escape at Dannemora)
Michelle Williams (Gwen Verdon em Fosse/Verdon)
Amy Adams (Camille Preaker em Sharp Objects)
Joey King (Gypsy em The Act)
Aunjanue Ellis (Sharon Salaam em Olhos Que Condenam)
Niecy Nash (Delores Wise em Olhos Que Condenam)

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Com quem Maria da Paz deve ficar em A Dona do Pedaço?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook