Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Chove Dinheiro

Bilionárias como superatletas, Big Bang Theory e The Office valem dois Neymar

Reprodução/CBS

Os atores Jim Parsons e John Ross Bowie jogam basquete na quinta temporada de The Big Bang Theory

Os atores Jim Parsons e John Ross Bowie tentam jogar basquete (e falham) em The Big Bang Theory

JOÃO DA PAZ

Publicado em 23/9/2019 - 5h10

Nos últimos três meses, o mercado de séries dos Estados Unidos mostrou o quanto está disposto a pagar por comédias populares. Como se fossem superatletas requisitadas pelos clubes mais ricos, The Big Bang Theory (2007-2019) e The Office (2005-2013) hoje valem bilhões de reais, o dobro do que o PSG pagou para tirar Neymar do Barcelona.

Essas duas atrações, junto com Friends (1994-2004) e Seinfeld (1989-1998), foram alvos recentes de plataformas de streamings de olho no público que as assiste religiosamente, como se fosse um ritual diário. A agressividade nessas aquisições serve tanto para manter o cliente antigo quanto para atrair novos usuários.

A valorização dessas comédias é estrondosa. Em 2016, a Hulu, hoje empresa da Disney, pagou US$ 180 milhões (R$ 748 milhões) pelo direito de disponibilizar Seinfeld nos EUA até 2021. Cada episódio saiu por US$ 1 milhão. Considerada a melhor comédia de todos os tempos, ela passará a ser disponibilizada na Netflix após o fim do vínculo atual com a Hulu --os valores não foram divulgados.

Nesta semana, a HBO Max, streaming da Warner, pagou mais de US$ 500 milhões (R$ 2,080 bilhões) para ter The Big Bang Theory durante cinco anos. Cada episódio saiu por US$ 1,79 milhão. Em três anos, o mercado norte-americano de séries valorizou a comédia em 177%.

Esses US$ 500 milhões também foram o valor que a NBCUniversal pagou para ter The Office em sua plataforma online, batizada de Peacock (Pavão, nome que remete ao mascote da NBC). Assim, The Big Bang Theory e The Office valem mais do que dois Neymar. O PSG desembolsou € 222 milhões (R$ 1,021 bilhão), em 2017, para contar com o craque brasileiro até 2022, a contratação mais cara da história do futebol.

Em comparação com os atletas dos esportes americanos, as séries também levam a melhor, até mesmo se Friends, negociada por um valor inferior do que Big Bang e The Office, for levada em consideração.

A comédia que completou 25 anos no domingo (22) será disponibilizada no streaming HBO Max, nos EUA, após a Warner abrir o cofre e gastar US$ 425 milhões (R$ 1,768 bilhão) para ter a série em seu catálogo de 2020 até 2024.

A contratação esportiva mais cara nos EUA é a do jogador de beisebol Bryce Harper, que assinou durante 12 anos um contrato de US$ 330 milhões (R$ 1,374 bilhão), para sair do Washington Nationals e ir para o Philadelphia Phillies, clubes da MLB. A liga de beisebol infla os valores de seus atletas porque não há limite de gastos (teto na folha salarial de equipe).

Por isso, é de lá que deve vir o primeiro atleta americano com uma etiqueta que ultrapassará os US$ 400 milhões. O candidato a bater esse recorde é o jogador Mike Trout, do Los Angeles Angels. Especula-se que ele deve renovar o acordo com seu time por US$ 432 milhões (R$ 1,797 bilhão). Um pouco a mais do que Friends.

Como na NBA (liga de basquete) e na NFL (futebol americano) os times têm de respeitar um teto salarial, regra para tentar manter um equilíbrio entre os clubes e impedir que os ricos gastem mais, os valores negociados são menores.

Os maiores contratos já feitos na NBA foram os de Stephen Curry (Golden State Warriors) e Russell Westbrook (Houston Rockets), ambos firmados na casa dos US$ 200 milhões (R$ 832 milhões). Na NFL, o mais rico é Russell Wilson, quarterback do Seattle Seahawks que vale US$ 140 milhões (R$ 582 milhões), valor que não paga nem um terço de The Big Bang Theory ou The Office.

Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na política

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas