SÓ QUATRO TEMPORADAS

Globoplay lança Big Bang Theory a conta-gotas por vontade da chefe

Divulgação/CBS

Elenco de The Big Bang Theory no último episódio da quinta temporada: fora do Globoplay por enquanto - Divulgação/CBS

Elenco de The Big Bang Theory no último episódio da quinta temporada: fora do Globoplay por enquanto

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 25/01/2019, às 06h21

Depois de muita expectativa, a série The Big Bang Theory chegou ao Globoplay nesta sexta-feira (25). Mas os fãs dedicados da comédia nerd, que esperavam assistir a várias temporadas de uma só vez, levaram um balde de água fria: a plataforma de streaming da Globo disponibilizou apenas as quatro primeiras temporadas. A estratégia de lançar séries a conta-gotas virou tradição no serviço --e a culpa é toda da chefia.

"É quase uma questão pessoal. Se eu sou fã de uma série, faço questão de vê-la no Globoplay, porque eu me recuso [a vê-la em outra plataforma ou de maneira ilegal]. Mas nós estamos fazendo a montagem de toda a operação, o que leva um tempo. Achamos melhor subir essas primeiras temporadas para mostrar pro fã que vai ter [a série no Globoplay]", conta Bianca Serra, head de conteúdo do serviço.

A liberação por etapas das séries também ocorreu com outras atrações do serviço de video on demand do Grupo Globo. Foi assim com o drama médico House (2004-2012) e com a juvenil Dawson's Creek (1998-2003), que foram disponibilizadas aos poucos e agora estão completas na plataforma.

Outras atrações seguem incompletas: é o caso de Girlfriends' Guide to Divorce (uma das cinco temporadas disponíveis), The Tudors (duas de quatro temporadas disponíveis) e da comédia Mad About You (duas de sete temporadas disponíveis).

Os executivos do Globoplay ressaltam que a decisão de soltar as séries a conta-gotas não é devido a uma questão contratual, pelo menos na maior parte dos casos.

divulgação/the wb

Elenco da série adolescente Dawson's Creek, agora disponível por completo no Globoplay

Para séries exibidas na TV paga, é necessário respeitar uma janela de exibição --a Netflix, por exemplo, só pode disponibilizar novas temporadas de Flash, Grey's Anatomy e Power Rangers depois que a exibição delas for concluída na Warner, no Canal Sony e no Cartoon Network, respectivamente.

Big Bang Theory se enquadra nesse caso, pois o Globoplay precisa aguardar a conclusão da temporada na Warner para disponibilizá-la em seu serviço. Porém, o canal pago já exibe a 12ª (e última) temporada da comédia, o que significa que a plataforma do Grupo Globo já poderia exibir 11 anos da série --sete a mais do que os já oferecidos aos seus assinantes.

"Tem uma questão de janelas em alguns casos, mas não adianta colocar tudo de uma vez", explica João Mesquita, diretor-geral do Globoplay. "Porque aí nós perderíamos aquela coisa de ter uma novidade com uma certa frequência na plataforma. Mas é só ter calma que elas vão entrando", completa Bianca.

O serviço não tem pressa em colocar tudo no ar, pois sabe que tem um produto exclusivo: Big Bang Theory não está disponível em nenhuma outra plataforma de vídeo sob demanda, nem mesmo nos Estados Unidos. 

Quem quiser assistir a episódios antigos por lá precisa comprar os DVDs das temporadas, alugar episódios em serviços como iTunes ou sintonizar nas inúmeras reprises que dominam as tardes e as madrugadas da TV norte-americana.

Com um produto tão disputado, Mesquita e Bianca têm uma arma e tanto para atrair novos assinantes.

"A ideia é mostrar para quem quer essas séries que não estão na Netflix nem em outros players, que elas estão no Globoplay. Lá, essa pessoa vai ver outros conteúdos, adquiridos ou exclusivos da plataforma. Séries mais edgy [ousadas], com mais sexo, mais violência. Queremos trazer para o mundo da Globo esse universo que hoje está procurando séries", encerra Bianca.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da escolha de Maju Coutinho para o Jornal Hoje?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook