Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

CONHEÇA A ATRIZ

De Branca de Neve a pai famoso: Quem é Lily Collins, a Emily em Paris?

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

A atriz Lily Collins segura buquê de rosas e copo de café em cena de Emily em Paris, da Netflix

A atriz Lily Collins ficou famosa como a Emily em Paris da Netflix, mas tem mais de dez anos de carreira

FERNANDA LOPES

fernanda@noticiasdatv.com

Publicado em 25/10/2020 - 6h50

Nenhuma personagem de produções da Netflix teve tanta repercussão nas redes sociais no mês de outubro quanto Emily Cooper, protagonista da série Emily em Paris. A atriz que a interpreta, Lily Collins, até então era desconhecida de boa parte do público, mas já vem construindo sua carreira artística desde a infância.

Lily é filha de Phil Collins, famoso cantor e instrumentista britânico, ganhador do Oscar de canção original pela animação Tarzan (1999). Ela desde sempre conviveu com grandes celebridades --Elton John já cuidou de Lily quando ela era pequena, por exemplo. A atriz nasceu na Inglaterra, em 1989, e se mudou para os Estados Unidos em 1996, após a separação dos pais.

Seu primeiro trabalho como atriz aconteceu quando tinha apenas dois anos, na série Growing Pains (1992-1993), da BBC. Ela aprendeu Artes Dramáticas na escola, mas na faculdade tomou outro rumo: foi estudar Jornalismo. Chegou a escrever para revistas voltadas para adolescentes, como Teen Vogue e Seventeen, e tinha o sonho de se tornar a apresentadora de talk show mais jovem dos Estados Unidos.

As coisas mudaram em 2009, quando Lily conseguiu seu primeiro papel no cinema: interpretou a filha da personagem de Sandra Bullock no filme Um Sonho Possível (Bullock ganhou o Oscar de melhor atriz pelo filme). Este trabalho fez com que Lily abandonasse o Jornalismo e se dedicasse à carreira de atriz.

De lá para cá, teve papéis de destaque em outros filmes, como Sem Saída (2011), Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos (2013), Simplesmente Acontece (2014) e Espelho, Espelho Meu (2012), uma releitura mais cômica e absurda da história da Branca de Neve, em que Lily viveu a princesa.

No ano passado, chamou a atenção pelo filme Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal (2019), da Netflix. A atriz interpretou a mulher do serial killer Ted Bundy (Zac Efron), e o longa retrata a relação entre os dois, sob o ponto de vista dela.

Além do sucesso de Emily em Paris, em breve ela voltará a aparecer na Netflix no filme Mank, dirigido por David Fincher (House of Cards, Mindhunter). A trama gira em torno do roteirista Herman J. Mankiewicz e suas batalhas com o diretor Orson Welles pelo crédito do roteiro do filme Cidadão Kane (1941). O longa estreia em 4 de dezembro na plataforma. Confira o trailer:

Autobiografia

Aos 27 anos, Lily lançou sua autobiografia, chamada Sem Filtros, Sem Vergonha, Sem Arrependimento, Apenas Eu. No livro, ela falou sobre sua relação com o pai e os momentos em que sentiu a ausência dele.

"Estou aprendendo a aceitar suas atitudes e a verbalizar como me fazem sentir. Perdoo você pelos erros que cometeu, mesmo que pareça muito tarde. Há muito tempo pela frente", escreveu.

A atriz abordou também os distúrbios alimentares com que já sofreu. Entre os 16 e os 20 anos, ela teve anorexia, evitava comer e fazia exercícios obsessivamente. Também confessou ter sido viciada em diuréticos e laxantes. Em 2017, ela atuou no filme To The Bone, que retratou a dura realidade de uma garota debilitada pela anorexia (não baseado na história pessoal da atriz).


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?

Muito bom, tem todo o conteúdo que os fãs da Disney amam.
19.71%
O catálogo é bom, mas há falhas e problemas no aplicativo.
8.46%
Não gostei, o conteúdo não me interessou.
17.51%
Não assinei, achei o preço muito alto.
54.32%