Fim de Runaways

Com novo cancelamento, Marvel vai começar 2020 com apenas uma série no ar

Divulgação/Hulu

O elenco de Runaways na segunda temporada do drama da Marvel; série vai chegar ao fim em dezembro

O elenco de Runaways na segunda temporada do drama da Marvel; série vai chegar ao fim em dezembro

REDAÇÃO - Publicado em 18/11/2019, às 16h43

A Marvel vai começar 2020 com apenas uma série no ar, a veterana Agents of Shield, que terminará na sétima temporada. Nesta segunda-feira (18), foi anunciado o fim do drama teen Runaways (Sony Channel, Netflix), cujo terceiro ano será lançada no próximo dia 13. As duas atrações eram as últimas da Marvel Television ainda na ativa.

A derrocada dessa divisão da editora Marvel, controlada pela Disney, é brutal e chega ao fundo do poço. Há dois anos, nada menos do que 11 séries estavam no ar com o selo do estúdio. As atrações incluíam sucessos de crítica e de público como Demolidor (2015-2018) e Jessica Jones (2015-2019), ambas disponíveis na Netflix.

Apesar do cancelamento da série, os fãs de Runaways podem ficar sossegados: os produtores afirmaram que a atração terá uma despedida satisfatória, sem finais em aberto. A trama acompanha seis adolescentes que unem forças após descobrirem que seus pais fazem parte de uma seita perigosa.

Juntam-se à "Malhação da Marvel" os dramas Cloak & Dagger (2018-2019), Jessica Jones e O Justiceiro (2017-2019), outras séries da editora que não passaram de ano.

Ajuda do cinema

A esperança da Marvel em recuperar o prestígio na TV é beber da fonte que vem do cinema. Da Marvel Studios, divisão que cuida dos longas arrasa-quarteirões do naipe de Vingadores: Ultimato (2019), virão as próximas séries com os heróis da editora. Todas elas estarão disponíveis no streaming Disney+, ainda não lançado no Brasil.

Na plataforma, a aposta é ter séries com personagens retirados de filmes das franquias Capitão América e Os Vingadores, por exemplo. É o oposto da estratégia feita na Netflix, que investiu em heróis desconhecidos do grande público. A ideia é colocar nas séries rostos de fácil identificação.

É o caso da atração Falcão e Soldado Invernal, com os atores Anthony Mackie e Sebastian Stan, respectivamente, revivendo os heróis que apareceram em longas do Capitão América e dos Vingadores.

O mesmo se repete com a série Loki, protagonizada pelo irmão adotivo do herói Thor. O ator Tom Hiddleston reviverá o vilão no Disney+, depois de botar terror em Vingadores (2012) primeiro longa do MCU que reuniu os heróis Capitão América, Thor, Hulk e Homem de Ferro.

O Disney+ terá ainda WandaVisão (com Elizabeth Olsen na pele da Feiticeira Escarlate), Gavião Arqueiro, Ms. Marvel, Cavaleiro da Lua e She-Hulk. 

A Marvel Television, setor responsável pela telinha, atualmente, tem apenas um projeto em desenvolvimento, Helstrom, que deve estrear no streaming Hulu no ano que vem. O protagonista será o semidesconhecido Tom Austen, inglês que tem no currículo o drama The Royals (2015-2018).

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está gostando de Amor de Mãe?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook