Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

RECAP S10E16

Com cena épica, final da 10ª temporada de The Walking Dead justifica a espera

DIVULGAÇÃO/AMC

Camuflado entre os zumbis coberto de sangue e vestindo um casaco escuro, Norman Reedus aparece em The Walking Dead

O ator Norman Reedus em imagem do 16ª e último episódio da décima temporada de The Walking Dead

JOÃO DA PAZ

joao@noticiasdatv.com

Publicado em 4/10/2020 - 23h14

O fã de The Walking Dead terminou o primeiro domingo de outubro aliviado. Uma espera de seis meses pelo episódio final da décima temporada foi justificada com um desfecho épico para a Guerra dos Sussurradores. Tal façanha só foi alcançada devido ao trabalho de pós-produção refinado, impossível de ser feito durante o início da quarentena em meados de março, quando houve interrupção das atividades em Hollywood.

[Atenção: spoilers a seguir]

Intitulado de A Certain Doom, o 16º episódio dessa leva teve como ápice uma situação atípica em The Walking Dead. Na maioria das vezes, os zumbis são finalizados das formas mais espetaculares e violentas. A ficha corrida da série é extensa nesse departamento, com explosões, tiroteios e até um "triturador" de mortos-vivos. De forma surpreendente, a solução para o final da simbólica décima temporada foi o oposto disso.

A cena que ficará marcada para a história foi poética. Com uma bela tabela entre a fotografia e a sonoplastia, efeitos visuais e sonoros (tudo trabalho de pós-produção), milhares de zumbis caíram de um penhasco. Despencando rumo a um rio que parecia infinito de tão distante, eles mergulharam aos montes. A ambientação foi realmente muito bem acabada.

A precipitação dos zumbis no abismo fez parte do plano dos sobreviventes para se livrar da horda imensa convocada por Beta (Ryan Hurst), comandante dos Sussurradores, que cercou o hospital abandonado onde estavam os sobreviventes. A ideia inicial foi atraí-los usando um equipamento de som que tocava, não coincidentemente, a música Burning Down the House, da banda Talking Heads.

Para tanto, o grupo das comunidades montou uma força-tarefa e se apoderou da mesma tática do inimigo, se camuflando de zumbis para passar pela multidão de mortos-vivos. Porém, alguns sussurradores que também estavam no meio da horda minaram essa estratégia, destruindo a engenhoca sonora improvisada em uma carroça. O jeito foi partir para o plano B.

Lydia (Cassady McClincy) fazia parte da turma que se arriscou no meio da horda. Por ser filha de Alpha (Samantha Morton), ex-líder dos Sussurradores, ela ainda não tinha conseguido a confiança dos mocinhos da trama. Disposta a se provar, ela propôs direcionar os zumbis ao penhasco, usando o que aprendeu com a mãe. A garota tinha em mãos a máscara usada por Alpha, entregue a ela por Negan (Jeffrey Dean Morgan), que decapitou a vilã careca.

E assim a jovem fez. A pouco metros da profundeza, ela foi interceptada por Carol (Melissa McBride), que queria finalizar a tarefa. A ex-dona de casa iria se sacrificar juntos com os zumbis, mas foi salva pela garota. As duas tiveram o momento mais emocionante do episódio, trocando palavras e confidências, abraçadas enquanto observavam os mortos-vivos caírem no abismo. Para coroar tudo isso, Lydia se livrou da máscara da mãe, jogada junto com os zumbis imensidão abaixo.

REPRODUÇÃO/AMC

Máscara de Alpha cai no abismo com zumbis

Morte e Maggie salvadora

Antes de todo final de temporada de The Walking Dead, existe aquela expectativa sobre que personagem importante vai morrer. Isso aconteceu mais uma vez no desfecho do décimo ano, mas quem deu adeus não foi nenhum integrante do elenco principal.

Beta, que assumiu o posto de líder dos Sussurradores e armou a cilada com os zumbis, encerrou seu ciclo na série. Quem ficou com a honra de matá-lo foi Daryl (Norman Reedus), desferindo um golpe duplo de faca que penetrou o crânio, através dos olhos. A cena do vilão retirando as lâminas ao grito, com elas podendo ser vistas pela boca dele, também só foi possível com a pós-produção apurada (assim como as várias tomadas de uma multidão de zumbis nunca antes vista).

Quem quase se deu mal foi o padre Gabriel (Seth Gilliam). Querendo bancar o herói, o religioso duelou com alguns sussurradores e teria levado a pior se não fosse Maggie (Lauren Cohan) aparecer para salvá-lo, com a ajuda do ninja mascarado que ainda não teve sua identidade revelada.

Compreensivelmente, The Walking Dead não matou ninguém do elenco principal. Isso porque a trama caminha para a última temporada e precisa de um arsenal de nomes de peso para carregar a história até a linha de chegada, depois de perder muitos personagens queridos recentemente, como Michonne (Danai Gurira). A volta de Maggie reforça o drama para a jornada derradeira.

Como esperado, o quarteto Eugene (Josh McDermitt), Yumiko (Eleanor Matsuura), Ezekiel (Khary Payton) e Princesa (Paola Lázaro) foi cercado pelos soldados do exército fortemente armado da comunidade de Commonwealth na cena final do episódio. Tudo leva a crer que esse santuário, o maior de toda a franquia The Walking Dead, entrará de vez na história a partir da 11ª temporada, pegando como gancho esse encontro.


Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na política

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas