Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NOVO PRESIDENTE?

Jim Carrey imita Joe Biden em humorístico Saturday Night Live

Reprodução/NBC

Os atores Maya Rudolph e Jim Carrey em cenário de esquete do Saturday Night Live

Maya Rudolph e Jim Carrey como Kamala Harris e Joe Biden, rivais de Trump na eleição dos EUA

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 4/10/2020 - 6h38
Atualizado em 4/10/2020 - 17h00

Um dos comediantes mais famosos na década de 1990, Jim Carrey apareceu no humorístico Saturday Night Live de sábado (3) como o político Joe Biden, rival de Donald Trump na eleição para presidente dos Estados Unidos. O episódio marcou a estreia da 46ª temporada do programa, um dos mais tradicionais da TV americana.

Curiosamente, Carrey fez parte do elenco do In Living Color (1990-1994), uma das atrações de humor que tentou bater de frente com o SNL, sem sucesso. Depois, ele apresentou o programa da NBC em três ocasiões diferentes: em maio de 1996, janeiro de 2011 e outubro de 2014.

A aparição como Biden é a primeira de Carrey, que vai repetir a imitação várias vezes ao longo da temporada --e nos próximos anos, caso o político seja eleito presidente. Algo parecido ocorreu com Alec Baldwin, que começou a imitar Donald Trump em 2016 e não parou mais. Ele até venceu o Emmy em 2017 por suas participações como o empresário que se tornou líder do país.

Anteriormente, Biden foi parodiado no SNL por outros quatro atores: Kevin Nealon (em 1991), Jason Sudeikis (a partir de 2008), Woody Harrelson (no ano passado) e John Mulaney (em fevereiro deste ano).

Depois do sucesso no cinema, Carrey voltou a se dedicar à TV nos últimos anos e chegou a protagonizar a comédia Kidding (2018-2020), pela qual foi indicado ao Globo de Ouro no ano passado. No cinema, ele apareceu recentemente em Sonic, O Filme, na pele do vilão Dr. Robotnik.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você espera ver na TV em 2021?