Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DANIELLE PANABAKER

Atriz revela como é se dividir entre 'Ruth e Raquel' da série The Flash

Reprodução/The CW

Danielle Panabaker aparece em dose dupla de The Flash: na esquerda, ela está preocupada como Caitlin Snow; à direita, séria com a maquiagem e a peruca de Nevasca

Danielle Panabaker contracena com ela mesma em cena do episódio deste domingo de The Flash

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 23/5/2021 - 6h55

O público da série The Flash foi pego de surpresa quando, em plena sétima temporada, a poderosa Nevasca virou uma personagem própria depois de anos dividindo o corpo com a cientista Caitlin Snow. Para a atriz Danielle Panabaker, que dá vida as duas, a novidade trouxe um obstáculo extra: gravar as cenas em que elas contracenam.

"A possibilidade de interpretar duas personagens que frequentemente estão na mesma cena e interagem uma com a outra tem sido um novo desafio, mas é ótimo. Eu sou muito grata por essa oportunidade, e é divertido ver as duas juntas, porque elas são muito similares fisicamente, mas tão diferentes em suas personalidades", conta a estrela em entrevista ao Notícias da TV.

O episódio The People V. Killer Frost (O Povo Versus Nevasca, em tradução literal), que o Warner Channel exibe neste domingo (23), traz mais uma novidade para a atriz: Caitlin e a poderosa basicamente invertem os seus papéis --pelo menos nas personalidades.

Geralmente comportada e intelectual, a cientista precisa partir para a ação para salvar a "irmã", que está sendo julgada pelos crimes que cometeu anos atrás, quando ainda era uma vilã. Enquanto Caitlin age impulsivamente para livrá-la da cadeia, Nevasca tenta manter o controle e mostrar que é possível sair dessa enrascada se ela admitir que errou no passado, mas está tentando melhorar e usar seus poderes para o bem.

"Foi interessante ver essa troca. Nevasca está mais comportada do que Caitlin, que vira a irracional e impulsiva durante um momento. Mas acho que isso é comum em várias relações: uma pessoa tenta manter tudo funcionando enquanto a outra luta. É legal ver esse equilíbrio na relação das duas, quando uma está em dificuldade, a outra toma a dianteira e vice-versa", define Danielle.

Agir de maneira séria, quase conformada, é uma mudança e tanto para a super-heroína com poderes de gelo, que em anos anteriores agia como uma criança birrenta, segundo sua intérprete.

Quando a gente começou a explorar melhor a Nevasca e seus sentimentos, ela estava tendo contato com essas emoções pela primeira vez, era quase como uma criança ou adolescente, descobrindo um mundo novo: 'Eu não sabia o que era isso e não sei entender nem o que fazer isso'. Então, ela surtava com a Caitlin, dava piti, era divertido ver isso.

Mais de uma hora para se transformar

Além das personalidades distintas, Caitlin e Nevasca também se diferenciam fisicamente. Danielle conta que leva mais de uma hora para se transformar de uma na outra, em um processo que inclui maquiagem carregada, peruca e figurino. É um tempo que ela usa para se preparar psicologicamente para as cenas que fará em seguida.

"Eu tive sorte porque Nevasca não surgiu do nada, as duas já existem na série há anos, apenas dividiam um corpo. Então, eu tive muito tempo para desenvolver as personagens, na sexta temporada pude explorar Nevasca a fundo, já que Caitlin estava mais afastada da equipe. Mas as duas evoluíram e mudaram muito ao longo da série, o que é bem legal. Se você olha a Nevasca da terceira temporada e onde ela está agora, é uma pessoa bem diferente."

Apesar da evolução tecnológica ao longo dos anos, o trabalho de Danielle para gravar as cenas em que as duas personagens interagem não é muito diferente daquele feito por Gloria Pires como as gêmeas Ruth e Raquel no remake de Mulheres de Areia (1993).

"É complicado. Quando as duas estão na mesma cena, geralmente usamos uma câmera estática, uma fica em um lado e a outra do outro. Eu gravo Caitlin primeiro, a câmera não se move, aí volto como Nevasca. Como a câmera fica travada, as duas metades são unidas depois, na pós-produção", explica ela, que usa dublê de corpo para as sequências em que uma personagem está de costas para a câmera ou quando as duas se abraçam, por exemplo.

"Também temos uma câmera aérea que usamos às vezes, quando tem movimento na cena, mas é bem mais difícil. Quando você 'ensina' o movimento inicial ao suporte da câmera, você fica presa a ele, não dá para acelerar ou diminuir o ritmo na segunda gravação. Se quiser fazer uma pausa a mais que não existia antes, não é possível. Trabalhar com esse suporte é bem desafiador. Mas é ótimo ampliar meus talentos como atriz", valoriza.

E, como o episódio desta noite é sobre o julgamento de Nevasca, o que será que sua intérprete acha da personagem: ela se redimiu de tudo o que fez e merece ficar livre?

Redenção é uma questão interessante. Eu fiquei feliz de ver essa história, de ter a chance de explorá-la. Acredito que Nevasca precisa ser responsabilizada pelo que fez no passado, e acho que ela está tentando pagar essa dívida com suas tentativas de salvar o planeta. Mas eu não sei se é assim que a lei funciona.

O Warner Channel exibe a sétima temporada de The Flash todos os domingos, às 22h. A série já foi renovada para o oitavo ano, tornando-se a produção mais duradoura do chamado Arrowverse, que reúne na TV heróis como Supergirl, Batwoman e Arqueiro Verde.

No entanto, a nova leva de episódios terá algumas baixas no elenco: Carlos Valdes (Cisco) e Tom Cavanagh (Harrison/Nash Wells), que estavam na série desde o início, não retornarão para o próximo ano.


Leia também

Web Stories

+
Quem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no PedaçoAgressão e barraco em festa clandestina: Veja histórico dos peões de A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?