Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TUMULTO NOS BASTIDORES

Após denúncia de abuso, CBS demite showrunner e ator da série Bull

Divulgação/CBS

Freddy Rodriguez em cena da série Bull

Freddy Rodriguez em cena da série Bull; ator deixa o drama depois de cinco temporadas

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 22/5/2021 - 9h23

A rede CBS demitiu o produtor Glenn Gordon Caron, showrunner da série Bull, após roteiristas da produção denunciarem abusos e um ambiente de trabalho tóxico nos bastidores. O ator Freddy Rodriguez, que estava na atração desde o início, também deixou o elenco. O drama estrelado por Michael Weatherly foi renovado em abril para sua sexta temporada.

Segundo o Hollywood Reporter, a CBS iniciu a investigação depois que alguns roteiristas foram demitidos sem razão aparente por Gordon Caron após a conclusão da quinta temporada, encerrada nos Estados Unidos no último dia 17. Já a razão do desligamento de Rodriguez não foi explicada.

Escritores envolvidos na produção falaram à reportagem, sob condição de anonimato, que o produtor era desrespeitoso com os funcionários. "Todo mundo ficava tenso o tempo todo. No mínimo, todos ali tinham crises de ansiedade", denunciou um roteirista.

Não é a primeira vez que o produtor é acusado de ser abusivo. Roteiristas de sua série anterior, Medium (2005-2011), também denunciaram seu comportamento. "Era um ambiente tóxico enquanto estive lá. E, agora que tenho mais experiência, posso dizer que há outras maneiras de dizer que os roteiros que um escritor te manda não funciona sem precisar atacá-lo de maneira cruel", disse Melinda Hsu Taylor ao Hollywood Reporter.

A partir do sexto ano, a posição de showrunner será dividida entre Kathryn Price e Nichole Millard. Ambas já faziam parte do time de roteiristas de Bull. Glenn Gordon Caron e Freddy Rodriguez não quiserem se pronunciar sobre suas saídas.

Até astro foi denunciado

O próprio protagonista de Bull já foi alvo de polêmica. Em 2018, a atriz Eliza Dushku fechou um acordo de US$ 9,5 milhões com a CBS depois de acusar a rede de demiti-la por ter denunciado que foi assediada por Michael Weatherly.

Apesar da acusação da atriz, a rede decidiu renovar a série e manter Weatherly como astro. "Mais de 10 milhões de pessoas veem Bull toda semana. Michael é adorado pelo nosso público e, mesmo depois dessas denúncias, todo mundo continua assistindo. Então, é uma atração popular que queremos manter no ar", disse o presidente da emissora, Kelly Kahl, em 2019.

No Brasil, Bull faz parte da programação do canal pago A&E.


Leia também

Web Stories

+
42 anos depois: Por onde anda o elenco da novela Pai Herói?A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do reality

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?