Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DAPHNE BOZASKI

Atriz de As Five revela que maternidade fez vida adulta chegar com pé na porta

VICTOR POLLAK/TV GLOBO

A atriz Daphne Bozaski caracterizada como Benê diante de uma série de quadros em cena de As Five

Daphne Bozaski reprisa o papel de Benê em As Five: spin-off de Malhação é exibido pelo Globoplay

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro

vilela@noticiasdatv.com

Publicado em 19/11/2020 - 6h50

O destino parece conspirar para que Benê coloque os pés na vida adulta em As Five. Todas as certezas foram por água abaixo quando a musicista descobriu que Guto (Bruno Gadiol) era gay, num ponto final para o romance que se arrastava desde Malhação - Viva a Diferença. O rito de passagem para Daphne Bozaski, no entanto, foi mais feliz --ela percebeu a urgência da vida com a chegada do filho, Caetano, de 11 meses.

Assim como a personagem, a atriz confidencia que também passou por um turbilhão de sentimentos desde que o folhetim de Cao Hamburguer chegou ao fim em março de 2018. Uma percepção que compartilha com as colegas de elenco Manoela Aliperti, Heslaine Vieira, Gabriela Medvedovski e Ana Hikari.

"A gente mudou muito. Cada uma seguiu seu caminho. Teve gente que saiu de casa, que se separou. Eu tive um filho. Muitas coisas mudaram, nós chegamos para a série em outro momento. A maternidade me trouxe uma responsabilidade enorme, senti ali que cheguei à idade adulta", explica a intérprete em entrevista ao Notícias da TV.

Aos 28 anos, Daphne divide o cotidiano e as responsabilidades com o marido, o chef de cozinha Gustavo Araujo. Em meio à pandemia do coronavírus (Covid-19), os dois ainda abriram uma casa-restaurante em São Paulo que ocupa boa parte do tempo da paulistana.

Escalada para Nos Tempos do Imperador, ainda sem previsão para a retomada dos trabalhos, a artista também acompanha a repercussão em torno da reprise de Malhação. Ela foi um dos principais destaques da trama como uma menina que convive com um transtorno do espectro autista, a síndrome de Asperger.

"Ela ainda estava num período de entender o que era o autismo, além de lidar com outras descobertas como o primeiro amor ou as primeiras amigas. As Five traz uma nova realidade. Ela já fez faculdade, mora com o namorado, viveu um monte de coisa que a deixou menos ingênua. Ela entra no mercado de trabalho, vive uma relação duradoura. Eu fiquei feliz por ela", derrete-se.

Daphne espera que o trabalho mais uma vez contribua para dissipar o preconceito em relação aos autistas, que ela sentiu de perto na temporada original. "Benê vive tudo dentro de suas limitações. Ela não precisa mais daquele porto-seguro, da mãe. Essa mudança de chave foi bem importante", avalia a jovem.


Além de acompanhar as notícias de Malhação aqui no site, inscreva-se no canal do Notícias da TVno YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em outras novelas.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?