Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

GABRIELA MEDEIROS

Nova Buba de Renascer é da periferia de SP e trabalhava no mercado financeiro

FÁBIO ROCHA/TV GLOBO

Gabriela Medeiros posa durante festa de lançamento de Renascer, no Rio de Janeiro

A atriz Gabriela Medeiros estreia na TV na pele da personagem Buba, no remake de Renascer

MÁRCIA PEREIRA e CARLA BITTENCOURT

marcia@noticiadastv.com

Publicado em 29/1/2024 - 12h10

Aos 22 anos, Gabriela Medeiros não esconde o nervosismo às vésperas de fazer sua estreia em novelas como a nova versão de Buba em Renascer. Paulistana de Guaianases, ela tem orgulho de ser uma jovem da periferia e ter mudado seu destino ao decidir viver da arte. A atriz conta que trabalhava no mercado financeiro e queria migrar para a área de recursos humanos quando começou a fazer faculdade de Psicologia.

"O mesmo rumo da Buba era o rumo que eu ia tomar para a minha vida. Isso é uma das coisas mais incríveis", diz Gabriela. Assim que a personagem entrar em cena na segunda fase do remake, o público verá que Buba é formada em Psicologia e ocupa um cargo de liderança em uma multinacional.

Gabriela tem muito mais em comum com a Buba: ambas são mulheres transexuais. A estreante conta que tinha gravado a série Vicky e a Musa, do Globoplay, quando foi procurada pelos produtores de elenco da novela das nove da Globo para fazer testes para o papel.

"Eu cheguei até a novela através do Lauro Macedo e da Marcela Bergamo, que foram atrás de mim, me pesquisaram. E eu tenho um imenso carinho pela Marcela, que foi uma mulher que me acolheu muito, sou extremamente grata a ela", diz a novata, que define a estreia como um "mix de emoções".

A artista, que faz poemas e desenhos, conta que procurou a intérprete da Buba da versão original, Maria Luisa Mendonça, e que ela foi muito receptiva. "Ela mandou eu ir pelo caminho da doçura. Buba é uma mulher doce, sensível, delicada. Ela é o extrato do feminino. Eu assisti à primeira versão do folhetim, mas eu tentei não me basear na primeira versão. Ela tem uma profundidade muito intensa", despista a jovem, sem dar detalhes do que mudará.

Gabriela não espera uma explosão midiática, mas afirma que tem a expectativa de ser elogiada pelo trabalho. Na adaptação, o autor Bruno Luperi optou por Buba ser uma mulher trans, assim como sua intérprete. Em 1993, o avô dele, Benedito Ruy Barbosa, ousou ao colocar na saga rural uma personagem que era hermafrodita --termo que caiu em desuso para uma pessoa com condição intersexo.

A intérprete sabe que vai representar pessoas como ela e seu maior desejo é comunicar da maneira correta, para que as pessoas entendam a personagem como uma mulher que deseja ser mãe, ter uma família e sofre muito também por conta do preconceito.

Na trama, José Venâncio (Rodrigo Simas) se apaixona perdidamente por ela. Ele está em um casamento em crise com Eliana (Sophie Charlotte), e a separação será o estopim para essa mulher perseguir Buba e não medir esforços para machucá-la. 

Gabriela diz que vai sentir tudo com calma, desde a recepção do público, que ela espera que receba a sua Buba de braços abertos. Além disso, ela busca orgulhar muito sua avó Irene, que sempre sonhou em ser atriz e que cativou essa vontade nela a vida toda. 


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Renascer e outras novelas:


Resumos Semanais

Renascer: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 27/5 a 8/6

Segunda, 27/5 (Capítulo 109)
José Inocêncio é surpreendido por Eliana, que lhe entrega documentos que comprovam que Buba é uma mulher trans. Sandra repreende Eliana. Inácia conta a Ritinha que Eliana esteve na fazenda. Eliana rejeita Damião. Augusto confronta José ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.