Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PERDE TRÊS MESES

A Favorita decepciona em audiência e acaba picotada pela Globo; saiba mais

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO

Patrícia Pillar e Claudia Raia juntas em foto de divulgação de A Favorita

Patrícia Pillar e Claudia Raia em A Favorita: novela sai do ar ainda em 2022 na Globo

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 3/8/2022 - 6h35

No ar desde maio deste ano no Vale a Pena Ver de Novo, A Favorita (2008) vai deixar a grade ainda neste ano na Globo. Mal em audiência e com repercussão abaixo do esperado, a trama de João Emanuel Carneiro iria até 3 de fevereiro de 2023, mas será picotada para se despedir do público em novembro.

O penúltimo mês do ano terá duas grandes atrações: a primeira fase da Copa do Mundo do Catar, que terá quatro jogos por dia durante oito dias seguidos, e a estreia do The Voice Brasil com Fátima Bernardes no comando. Também está marcada a exibição da série americana This is Us, que pegou o espaço que seria do reality culinário Mestre do Sabor, cancelado para este ano.

Segundo apurou o Notícias da TV, a estreia da nova reprise fará parte do pacote de novidades da programação. A Favorita foi encurtada como parte da estratégia de virada na grade da Globo. Outro ponto que pesou, claro, foi a audiência abaixo do esperado para o horário.

Até o momento, A Favorita tem média de 14,9 pontos no Ibope com 56 capítulos exibidos. O número é maior que sua antecessora, O Clone (2001), que teve 14,1 pontos. O problema é que O Clone mostrou poder de reação com a saída de Malhação (1995-2022) do início da noite, fato que a história de Flora (Patrícia Pillar) e Donatella (Claudia Raia) não tem conseguido aproveitar.

O desempenho está aquém da expectativa. Os números são parecidos com as reprises de Celebridade (2004) e Belíssima (2005), sinônimos de desempenho fraco no Vale a Pena Ver de Novo nos últimos anos. O resultado é o mesmo também de Ti Ti Ti (2010), que foi longe de ter dado bons índices em sua reexibição. 

O ponto fraco da história são as tramas coadjuvantes. A trama principal de A Favorita é bem aceita, mas os outros núcleos derrubam os números. Para a Globo, será mais fácil cortar as partes que o público não quer ver. Neste momento, ainda não se sabe qual novela será a substituta.

Antes, a emissora ainda precisa decidir qual trama vai ocupar o lugar de O Cravo e a Rosa (2000) na faixa das 15h a partir de outubro. As opções são três novelas com humor escrachado, como antecipou o Notícias da TV: Cheias de Charme (2012), Chocolate com Pimenta (2003) e Caras e Bocas (2008).


Últimas de A Favorita

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.