Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SEM CORTES

Violenta, A Favorita será reprisada quase na íntegra e só terminará em 2023

DIVULGAÇÃO/GLOBO

Patricia Pillar e Claudia Raia em uma imagem de divulgacao para A Favorita

Patricia Pillar e Claudia Raia em A Favorita: novela será reprisada quase na íntegra pela Globo

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 6/5/2022 - 14h04

Considerada uma novela violenta, com assassinatos e mortes, A Favorita (2008) será reprisada praticamente na íntegra pela Globo no Vale a Pena Ver de Novo a partir do próximo dia 16. A emissora projeta uma exibição caprichada por apostar que o folhetim de João Emanuel Carneiro fará sucesso. Além disso, a emissora manterá a trama no ar tempo suficiente para evitar o lançamento de um folhetim no último trimestre do ano.

Segundo apurou o Notícias da TV, as áreas de programação e comercial da Globo colocaram em seu planejamento que a produção protagonizada por Claudia Raia e Patricia Pillar fica no ar até 3 de fevereiro de 2023, uma sexta-feira. Com isso, A Favorita terá 190 capítulos exibidos na reedição. O horário de transmissão é o mesmo de O Clone: das 17h05 às 18h20.

Em 2008, a versão original da trama das nove obteve 197 capítulos exibidos. A coluna soube que a Globo só pretende cortar cenas que consideram pouco importantes ou inadequadas para a realidade da sociedade no momento atual. Além disso, algumas falas preconceituosas e machistas serão editadas.

Mesmo com cenas consideradas pesadas, o folhetim tem classificação indicativa "não recomendada para menores de 12 anos", o que a Globo entende ser o ideal para a programação vespertina. O receio da Globo é ter o selo "+14 anos", o que não bom para a estratégia da faixa horária.

Apesar da programação, o Vale a Pena Ver de Novo pode ter alterações no caminho. O Clone (2001), que é atração da faixa atualmente, ficaria no ar até o início de junho, mas seu término foi antecipado. A Globo esticou tanto alguns capítulos que chegou a mostrar dois episódios originais inteiros em alguns dias.

Ambientada em São Paulo, A Favorita trata da rivalidade entre Donatela (Claudia Raia) e Flora (Patricia Pillar), que no passado cantavam juntas como a dupla sertaneja Faísca e Espoleta. Flora é acusada pelo assassinato de Marcelo Fontini (Flavio Tolezani), marido da parceira, e cumpre pena de 18 anos na prisão, deixando a filha sob os cuidados da ex-amiga.

Ao sair da cadeia, a loira jura ser inocente e acusa Donatela de ser a verdadeira criminosa. As protagonistas, então, passam a brigar constantemente e ainda disputam a atenção de Lara (Mariana Ximenes), fruto de uma traição de Marcelo com Flora e única herdeira de um império de papel e celulose.

Um dos grandes trunfos da novela é a indefinição sobre quem é mocinha e quem é vilã na história --dúvida que só é esclarecida após três meses, no capítulo 56.


Últimas de A Favorita

Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.