Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TRÊS COTADAS

Qual novela vai substituir O Cravo e a Rosa? Saiba quais são as opções da Globo

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Eduardo Moscovis com uma camisa branca e azul como Petrucchio em O Cravo e a Rosa

Eduardo Moscovis em O Cravo e a Rosa (2000): Globo descarta Cabocla (2004) e vai manter humor

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 12/7/2022 - 6h40

Com previsão de término para meados de outubro, O Cravo e a Rosa (2000) começa a se dirigir para a reta final. Com isso, a Globo começa a apertar o passo para decidir qual novela vai substituir a história protagonizada por Eduardo Moscovis e Adriana Esteves. A principal cotada até então era Cabocla (2004) , que foi descartada. A emissora resolveu manter o apelo de humor na faixa de reprises, o que colocou outras três produções no páreo.

Segundo apurou o Notícias da TV, as novelas que estão em uma espécie de "lista final" para a vaga são Chocolate com Pimenta (2003), Caras & Bocas (2008) e Cheias de Charme (2012). Ainda não se tem previsão de quando o martelo será batido, mas o anúncio será feito durante a programação, algo que tem sido praxe com novidades da grade. 

Mesmo com a temática rural em alta por causa de Pantanal, a Globo descartou Cabocla por entender que a novela não tem o mesmo potencial de cativar o público da tarde. O folhetim de Benedito Ruy Barbosa ficou bem próximo de abrir a faixa, que estreou em dezembro de 2021, mas O Cravo e a Rosa passou na frente por ser um "arrasa-quarteirão".

O Cravo e a Rosa tem média de 13,4 pontos na Grande São Paulo, bem acima das expectativas que a Globo havia criado. Antes de sua estreia, o horário mal passava de nove pontos, além de perder frequentemente para o Balanço Geral, da Record. Em outras capitais pelo país, os números são até mais altos. Em Belém (PA), a novela chega a picos de 28 pontos, por exemplo.

Por conta do bom resultado, a Globo decidiu "dar o que o povo quer" e seguir com tramas de humor que fizeram sucesso na exibição original. Chocolate com Pimenta e Caras & Bocas já foram reprisadas na faixa da tarde e se deram bem. Ambas são de Walcyr Carrasco, que também assina o texto de O Cravo e a Rosa. 

O mesmo vale para Cheias de Charme, que foi bem em 2016 no Vale a Pena Ver de Novo e é lembrada pelo público até os dias de hoje, dez anos após a sua transmissão original, em 2012. A história das empreguetes foi estudada para ser reprisada durante o auge da pandemia de Covid-19, entre 2020 e 2021, mas perdeu lugar para Haja Coração (2016) e Pega Pega (2017).  

O horário de reprise das 14h30 foi uma cartada da Globo para tentar parar de perder da Record, principalmente para o quadro A Hora da Venenosa. Até então, as tentativas eram com programas de entretenimento, como Vídeo Show (1983-2019) e Se Joga (2019-2021). Ambos fracassaram. Apenas a saga de Petruchio (Eduardo Moscovis) e Catarina (Adriana Esteves) barraram as fofocas da jornalista Fabíola Reipert. 


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.