Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

FUNCIONÁRIOS PREOCUPADOS

Aumentam casos de Covid na Band após Mariana Godoy e Milene testarem positivo

REPRODUÇÃO/BAND/INSTAGRAM

Montagem de fotos com Mariana Godoy no Melhor Agora, da Band, e Milene Domingues com uma bola no hospital

Efeito Covid-19: Mariana Godoy está afastada da Band; Milene Domingues ficou quatro dias internada

DANIEL CASTRO e VINÍCIUS ANDRADE

dcastro@noticiasdatv.com

Publicado em 19/11/2020 - 7h00
Atualizado em 19/11/2020 - 12h47

A Band vem sofrendo um aumento no número de casos da Covid-19 entre os seus funcionários. Duas das profissionais que aparecem no vídeo, Milene Domingues e Mariana Godoy testaram positivo para a doença na última semana e foram afastadas de suas funções. De acordo com funcionários da emissora ouvidos pelo Notícias da TV, há uma insegurança em relação aos procedimentos contra a transmissão do coronavírus adotados pela empresa.

Em nota, a Band confirma um "pequeno aumento do número de casos, seguindo tendência nacional, porém sem pontos de surtos" e diz que permanece com todas as medidas sanitárias, com um protocolo criado por médicos para proteger a saúde dos colaboradores.

Não é o que dizem profissionais da casa. A reportagem apurou que apenas o setor de direção de arte tem três casos confirmados. A equipe de saúde responsável pelos atendimentos no ambulatório da empresa já notou que os registros estão crescendo cada vez mais. O encaminhamento para a realização dos testes da Covid-19 já ficam até prontos para aqueles que apresentam sintomas.

Alguns funcionários da Band estão se sentindo inseguros pelo comportamento de outros colegas de trabalho. Há relatos de pessoas que ficam em suas respectivas mesas de trabalho sem máscara. O distanciamento social também é negligenciado por uma parcela dos colaboradores nos corredores.

Nos locais de refeição, até seis pessoas dividem a mesma mesa, almoçando juntas, e o RH (Recursos Humanos) não tem advertido os funcionários que não respeitam as normas estabelecidas, de acordo com relatos.

A Band alega que faz o monitoramento para evitar o contágio interno. "Assim que identificamos casos pontuais, rastreamos os possíveis contatos próximos para afastamento preventivo, conforme Portaria Conjunta Nº 20 dos Ministérios da Saúde e Economia. A emissora também oferece testes do exame PCR para colaboradores sintomáticos".

Os testes positivos do novo coronavírus subiram 29,5% na cidade de São Paulo (onde fica a sede da Band) nos 17 primeiros dias de novembro em comparação com o mesmo período de outubro. A emissora aponta essa subida na curva de casos como uma explicação para o aumento entre os seus colaboradores.

"Ainda que todas as providências estejam sendo tomadas pela diretoria de Recursos Humanos do Grupo Bandeirantes e pelo seu corpo clínico, diante do quadro desta pandemia é inevitável que novos casos surjam mesmo com todos os cuidados tomados. Ao que tudo indica, este é um período em que a preocupação deve ser redobrada por conta da realidade do aumento de casos", reforça a empresa.

Sem os devidos cuidados e com negligência de funcionários, o temor é que a Band sofra com um surto interno de coronavírus que pode ficar difícil de ser controlado, como já aconteceu em empresas como a CNN Brasil (alvo de reclamações do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo) e a Rede Vida.

Apenas a emissora religiosa registrou 27 casos, conforme antecipou o colunista Fernando Oliveira, do UOL. Um deles foi o do apresentador Dalcides Biscalquin, casado com Mariana Godoy. A comandante do Melhor Agora fez o teste depois que o marido confirmou o resultado positivo e descobriu que também estava com a doença no último fim de semana, quando começou com o seu isolamento.

Mariana Godoy sem máscara

"Olha que ironia, a gente sempre se cuida muito quando vai trabalhar, quando sai para a rua. Eu não parei de trabalhar em nenhum momento. Sempre usando máscara, com álcool em gel no trabalho, no carro. E eu fui pegar Covid dentro de casa", comentou Mariana em entrevista virtual para Cátia Fonseca, na segunda (16). Assista abaixo:

No início desta semana, o programa de Mariana Godoy, que é ao vivo, não foi ao ar. A atração da apresentadora reúne um número relativamente alto de pessoas em um mesmo estúdio, considerando os tempos de pandemia. A edição de 9 de novembro, por exemplo, teve quatro convidadas no sofá, sem estarem separadas por acrílicos.

Uma semana antes, o Melhor Agora já havia reunido cinco pessoas no estúdio, com Mariana, os atores Eri Johnson e Antônia Morais, o jornalista Reginaldo Leme e o cantor Paulo Ricardo. A foto foi publicada no Instagram:


Nas gravações externas, como as que foram feitas com o sertanejo Luciano Camargo e com o ator Caio Castro, o uso de máscara também não foi observado. Em jantares com amigas, como a âncora Amanda Klein e a cantora Baby do Brasil, o distanciamento foi ignorado. Veja imagens abaixo:


Segundo fontes, a própria Mariana já foi vista sem máscara circulando pelos corredores da emissora em momentos em que não estava fazendo gravações. A Band nega.

"Não procede a informação de que a jornalista Mariana Godoy circule pela emissora sem usar máscara de proteção. O uso da máscara é obrigatório para todos os profissionais em todas as dependências da emissora, seja dentro das salas ou em ambientes abertos. Inclusive, a utilização do acessório é monitorada diariamente pelo corpo médico da Band em todos os departamentos", rebate a emissora.

Antes de Mariana Godoy e de Milene Domingues, que se recuperam da doença em casa, José Ferreira Neto e Erick Jacquin também contraíram Covid-19 e se curaram.

Uma imagem dos bastidores de Brasil x Uruguai, jogo das Eliminatórias da Copa do Mundo exibido pelo pay-pey-view produzido BandSports na terça-feira (17), mostra o narrador Oliveira Andrade e o comentarista Neto bem próximos na cabine de transmissão, sem distaciamento ou separação por acrílico. Ao lado deles, uma produtora de máscara organiza papéis na mesa.

REPRODUÇÃO/TWITTER

Produtora em cabine com Neto e Oliveira Andrade

Outro lado: Band nega negligência

O Notícias da TV procurou a Band sobre os relatos de funcionários da empresa em relação aos cuidados contra a transmissão da Covid-19. Confira o posicionamento completo abaixo:

"No início da pandemia, o Grupo Bandeirantes de Comunicação criou um Comitê Corporativo de combate ao coranavírus com o objetivo de garantir a saúde e o bem-estar de seus colaboradores em todas as suas empresas no país.

Entre as principais ações tomadas na sede do Grupo, em São Paulo, estão a sanitização por nebulização de todos os setores, palestras conduzidas pelo médico coordenador da empresa para os funcionários por meio de videochamadas, assim como a divulgação de dezenas de comunicados com orientações de conduta no combate ao vírus.

Além da equipe médica existente, foram feitas contratações de experientes profissionais na area de medicina do trabalho, enfermagem e de uma infectologista, visando assegurar o pronto atendimento a todos profissionais da empresa.

É importante salientar que todos que chegam à emissora têm sua temperatura aferida na entrada e máscaras à disposição no ambulatório, além de contínuos processos de sanitização dos ambientes, entre outras medidas. Foi implantado também regime de trabalho em home office para profissionais de áreas de apoio e administrativa. Todos os profissionais em grupo de risco foram prontamente afastados de suas atividades no inicio da pandemia.

Destaque também para as campanhas de conscientização, palestras, e permanente suporte, atendimento e orientação dos profissionais sobre medidas preventivas e profiláticas e a disponibilização de linha hotline do Plano de Saúde.

O arquivo anexo detalha todas as ações tomadas desde o início da pandemia até o momento e inclui todos os comunicados enviados aos colaboradores.

No início desta semana notamos um pequeno aumento do número de casos, seguindo tendência nacional, porém não verificamos pontos de surtos. Assim que identificamos casos pontuais, rastreamos os possíveis contatos próximos para afastamento preventivo, conforme Portaria Conjunta Nº 20 dos Ministérios da Saúde e Economia. A emissora também oferece testes do exame PCR para colaboradores sintomáticos.

Não procede a informação de que a jornalista Mariana Godoy circule pela emissora sem usar máscara de proteção. O uso da máscara é obrigatório para todos os profissionais em todas as dependências da emissora, seja dentro das salas ou em ambientes abertos. Inclusive, a utilização do acessório é monitorada diariamente pelo corpo médico da Band em todos os departamentos.

Ainda que todas as providências estejam sendo tomadas pela diretoria de Recursos Humanos do Grupo Bandeirantes e pelo seu corpo clínico, diante do quadro desta pandemia é inevitável que novos casos surjam mesmo com todos os cuidados tomados.

Ao que tudo indica, este é um período em que a preocupação deve ser redobrada por conta da realidade do aumento de casos. O Grupo Bandeirantes continuará fazendo tudo o que estiver ao seu alcance para proteger a saude e integridade de seus funcionários."


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?