Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

RIVAIS POLÍTICOS

Luciano Huck confessa tristeza e critica Jair Bolsonaro: 'Cúmplice do vírus'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Luciano Huck no comando do quadro The Wall, do Caldeirão do Huck

Luciano Huck na apresentação do Caldeirão; apresentador usou as redes sociais para criticar o governo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 20/3/2021 - 19h25

Luciano Huck voltou a criticar as ações do governo de Jair Bolsonaro no combate à pandemia de Covid-19. Neste sábado (20), o apresentador da Globo, que é apontado como um possível rival do atual presidente em 2022, escreveu que o atual chefe do Executivo "tripudiou da ciência" e "foi cúmplice do vírus".

Em post feito no Twitter, Huck compartilhou uma notícia que mostrava que a CNN dos Estados Unidos aponta o Brasil como uma "ameaça global" por conta da crise sanitária e do descontrole dos casos de Covid-19.

"Aos olhos do mundo, o Brasil sempre foi admirado pela felicidade do povo. Hoje causamos é medo. Que tristeza! A CNN dos EUA nos vê como uma ameaça, um país na contramão do progresso com um governo que tripudiou da ciência e da vacina e foi cúmplice do vírus", criticou o apresentador do Caldeirão do Huck. Veja abaixo:

Nos comentários, alguns seguidores criticaram o apresentador por ter sinalizado voto em Bolsonaro em 2018, além de ter sido um dos apoiadores da saída do PT (Partido dos Trabalhadores) do poder.

Na semana passada, Luciano Huck debochou da possível candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições de 2022. Dias depois, cobrou Jair Bolsonaro e ainda pediu uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a condução do presidente no combate à pandemia da Covid-19. "Governante que é contra máscaras", disse o apresentador da Globo nas redes sociais.

O marido de Angélica ainda não definiu se será candidato à presidência no ano que vem. O comunicador, que ficou perto de disputar o pleito de 2018, mas desistiu, sempre participa de debates com entidades e lideranças políticas, já apoiou candidatos e é um dos responsáveis por patrocinar o RenovaBR, grupo que defende a "renovação política" e conseguiu eleger 147 políticos para cargos legislativos e executivos municipais em 2020.

Como adiantou o Notícias da TV,executivos da Globo e membros da família Marinho estão pressionando Huck a adiar sua entrada na política para assumir o lugar que Fausto Silva deixará vago no ano que vem. Tentam convencê-lo de que sua eventual candidatura poderá ser muito prejudicial à emissora e que chegou o momento de o apresentador ocupar o horário mais nobre do entretenimento dominical, de se tornar o "rei dos domingos".


Leia também

Web Stories

+
Como Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?