Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

'NEM O CONHEÇO'

Luciana Gimenez denuncia que Jorge Kajuru a persegue há 20 anos; veja vídeo

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Luciana Gimenez no programa Chupim, na rádio Metropolitana, em 11 de novembro de 2021

Luciana Gimenez no programa Chupim, na rádio Metropolitana, na quinta-feira (11)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 12/11/2021 - 13h16

Luciana Gimenez denunciou que Jorge Kajuru a persegue há 20 anos, tanto qua hoje os dois são rivais na Justiça. A apresentadora de 52 anos desabafou sobre as declarações do senador e declarou que se sente acossada pelo político. "Eu nem o conheço", contou.

Em entrevista para o programa Chupim, da rádio Metropolitana, de São Paulo, na quinta-feira (11), a comunicadora foi questionada se a hostilidade entre os dois poderia ser apaziguada no futuro. Luciana, então, expôs sua opinião sobre seu oponente.

"Ele é meu stalker [perseguidor]. Ele me stalkeia [persegue] há 20 anos. O cara é senador da República e me stalkeia há 20 anos. Há 20 anos ele fala mal de mim. Então, não tem jeito mais. Depois de 20 anos falando mal de mim, do meu filho [Lucas Jagger], do meu ex-namorado, que é Mick [Jagger]. Não tem mais jeito", iniciou.

"20 anos, né? Ele podia pagar o que me deve. Se ele me pagasse o que me deve e pedisse desculpa. Vou falar que acho que ficaria até mais aliviada. Ele podia pagar, pois acho que deve mais de R$ 100 mil. Como ele fala mentira...", continuou.

Em entrevista para Marcelo Barbur, conhecido como Beby, Luciana detonou a postura do homem público. "Você imagina a pessoa? Um senador. Vou até falar com as mulheres. É uma pessoa que está ali para defender o povo brasileiro, as mulheres e as mães de família. O cara está há 20 anos me perseguindo. Eu queria saber onde vai parar isso. Alguém tem que fazer alguma coisa. Eu nem conheço o cara. Nunca nem falei isso. Comecei a falar agora porque cansei", admitiu.

Como jornalista esportivo, Kajuru já trabalhou na RedeTV! e foi colega de empresa da apresentadora. No entanto, ela reforçou que nunca teve contato com ele. "Não o conheço. Ele podia perseguir outra pessoa. A mim não. Pelo amor de Deus, nunca fiz nada para essa pessoa. É uma [pessoa] muito louca. Pessoa estranha", declarou.

"Não quero mais falar porque esse é um astral meio ruim. Só quero que me pague o que deve porque a Justiça é justa. Deve? Pague, por favor", finalizou.

reprodução/youtube

Antonia Fontenelle e Kajuru: entrevista virou alvo de processo

Antonia Fontenelle e Kajuru: outro processo

Kajuru condenado na Justiça

A quantia cobrada pela empresária no programa de rádio é referente a um processo de danos morais que ela iniciou contra o senador neste ano. Em março último, o político eleito por Goiás disparou ofensas sobre a estrela da RedeTV! no canal Na Lata com Antonia Fontenelle.

"Sobre a Luciana Gimenez, eu não tenho nada a falar. Não falo sobre mulher de programa. Dane-se. Ela já me processou, pode processar de novo. É uma mulher desqualificada, tanto que virou o que virou por 30 segundos com o Mick Jagger", disse ele.

Kajuru fez referência a dois relacionamentos do passado da artista. No fim dos anos 1990, ela teve um breve affair com Mick Jagger, vocalista dos Rolling Stones. Da relação, nasceu o seu primeiro filho, Lucas, hoje com 21 anos. Luciana também foi casada com Marcelo de Carvalho, sócio e apresentador da RedeTV!, entre 2006 e 2018. Durante este período, o casal teve um filho, Lorenzo, atualmente com 10 anos.

Por causa dessa entrevista no YouTube, a comunicadora entrou com ações contra Kajuru e Antonia. Ela pediu danos morais por ter sido ofendida publicamente. No caso do político, a defesa da modelo foi também ao Supremo Tribunal Federal, mas a ação terminou arquivada.

Em agosto, o Tribunal de Justiça de São Paulo condenou o senador a pagar o valor de R$ 100 mil de indenização. Na ocasião, o juiz reconheceu "existir ato ilícito praticado pelo réu". O acusado entrou com recurso.

Ao Notícias da TV, Rogério Paz Lima, advogado do político, esclareceu a situação do caso de seu cliente. "Kajuru foi condenado a pagar R$100 mil a Luciana. Porém, esta ação está submetida a recurso de apelação ao Tribunal de Justiça e pode, ainda, ser objeto de recurso a outras instâncias se o TJ-SP mantiver a decisão. Enquanto não transitar em julgado a mencionada sentença, o senador não deve nada à senhora Luciana Gimenez", destacou.

"Não se trata de perseguição. O senador também não a conhece, o que afasta qualquer tipo de ataque pessoal, vingança ou agressão gratuita. É uma opinião crítica a respeito do comportamento das pessoas públicas --políticos, agentes públicos, magistrados, ministros, artistas, jornalistas, etc", finalizou.

Procurado, Lucas Guimarães Diaz, advogado da estrela da RedeTV!, relembrou que a apresentadora teve outras vitórias contra seu oponente na Justiça. "São duas condenações contra o Kajuru. Uma já transitada em julgado de uma primeira ação cível que correu no Rio de Janeiro e há anos vem sendo cobrada --está em fase de execução. A outra é recente e ele apelou ao TJ-SP. Ambas devem girar em torno de R$ 100 mil hoje", destacou.

Em 2004, a modelo foi chamada de "burra" em um programa de televisão, o que também virou motivo de processo. A defesa de Kajuru explica que essa condenação foi considerada prescrita. "Essa dívida é inexequível e não é reconhecida pelo senador", finaliza seu advogado.

Veja entrevista com Luciana Gimenez no programa Chupim:


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.