Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

AJUDA

Após morte de Mabel Calzolari, Tatá Werneck aluga casa para mãe da atriz

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Tatá Werneck loira, cabelo ondulado penteado de lado, brinco de argola e batom vermelho; Mabel Calzolari de cabelo alisado, maquiada e camisa branca

Tatá Werneck ajudou a arcar com o pagamento do velório da atriz Mabel Calzolari (1999-2021)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 2/7/2021 - 8h46

Tatá Werneck tem feito de tudo para ajudar a família de Mabel Calzolari (1999-2021) após a morte da atriz, em 22 de junho. Depois de participar da vaquinha virtual para pagar o tratamento da jovem --diagnosticada com aracnoidite torácica-- e arcar com as despesas do velório e cremação, a apresentadora do Lady Night alugou uma casa para a mãe da menina morar.

Sensibilizada com a história da família da garota, a humorista ofereceu a residência para a cabeleireira Silvinha ter mais conforto e ficar perto do neto, Nicolas, de um ano e 11 meses.

De acordo com o jornal Extra, a mãe de Mabel está desempregada e vivendo nos fundos de uma casa em Curicica, na zona oeste do Rio de Janeiro. Com a ajuda da comediante, ela vai se mudar para o bairro Catete, na zona sul, onde mora o ator João Fernandes, ex-noivo de Mabel e pai de Nicolas.

Tatá tomou a iniciativa junto com a atriz Monique Curi. As duas vêm ajudando a família da artista desde que a jovem ficou internada em estado grave. Ainda segundo a publicação, Tatá já havia doado R$ 15 mil para ajudar a pagar as despesas de Mabel, como aluguel, luz, remédios e alimentação, e também fez questão de arcar com todos os custos do velório, enterro e cremação da atriz.

Mabel morreu dois anos após descobrir a doença, que provoca inchaço na medula e causa dor crônica. Ela foi internada seis vezes para não ficar tetraplégica. De dezembro de 2020 até junho de 2021, a atriz abriu a coluna nove vezes, o que pode ter causado alteração no sistema nervoso, e passou por dez cirurgias.

Nos últimos dias de vida, a artista teve convulsões e chegou a não reconhecer as pessoas. No último dia 18, ela teve uma parada respiratória e precisou ser intubada. Após dois dias, apresentou um inchaço no cérebro e teve a morte cerebral confirmada em 22 de junho.


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.