Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

QUER CASA PRÓPRIA

Mãe conta que Erika Schneider entrou em A Fazenda 13 para fugir do aluguel

REPRODUÇÃO/RECORD

Erika Schneider em A Fazenda 13, da Record, em setembro de 2021

Erika Schneider em A Fazenda 13, da Record; ex-bailarina do Faustão quer casa própria

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 2/10/2021 - 6h25

Erika Schneider aceitou entrar em A Fazenda 13 para fugir do aluguel. A ex-bailarina do Faustão mora na capital de São Paulo e não tem a vida ganha. Por isso, se levar o prêmio de R$ 1,5 milhão do reality, investirá a bolada no sonho da casa própria. Carmelita Alves de Souza Schneider, mãe da peoa, entrega os planos da herdeira.

"Quando foi chamada para A Fazenda, ela comunicou a gente [a família]. Sempre apoio tudo da minha filha. Falei: 'Erika, vai ser bom para a sua carreira. Vai dar uma levantada'. Ela falou que estava entrando pelo dinheiro. Ela quer o prêmio final para ajudar a família, investir na marca de roupas dela e comprar o apartamento", revela para o Notícias da TV.

A dona de casa de 59 anos entrega também que a artista de 30 anos já havia sido sondada pela Record para A Fazenda 12. "Só não foi porque estava namorando. Agora, está solteira", aponta.

No elenco da atual edição, Erika foi indicada para a roça, mas virou fazendeira e entrou em discussões acaloradas com os participantes --a mais recente com MC Gui, que a chamou de hipócrita. Os altos e baixos da filha na TV deixam Carmen, como é chamada pela família, aflita. "Fico nervosa, agitada e preocupada", admite.

"Temo que ela se misture com gente falsa e gente que leva e traz. Erika abre muito o coração, mas agora está sabendo jogar. Depois que foi fazendeira ficou mais esperta. Acho que os homens, principalmente, estão sendo muito falsos. Eles não aceitam mulher que manda", analisa.

Nesta semana, a modelo foi tachada de "mandona" pelos colegas, o que levantou o debate de que seria vítima de machismo. Seu mandato não foi bem aceito pela maioria dos homens --e algumas mulheres--, e a artista foi definida como "abusada" por seus pedidos, coisa que não havia acontecido com Gui Araujo quando ele foi líder. "Eles não a aceitam para dar ordens. É machismo puro", observa sua mãe.

Erika Schneider e Fausto Silva: peoa é ex-bailarina da Globo (Foto: Reprodução/Instagram)

"A Adriane Galisteu falou que ela tinha que mandar ali em A Fazenda. Ela estava distribuindo tarefas e acho que foi muito bem como fazendeira. Fez tudo direitinho e também ajudou em tudo", completa.

Outro momento difícil para Carmen como mãe e telespectadora foi quando os participantes ironizaram a carreira da dançarina. Em conversa recente, Araújo e Erasmo Viana desmereceram a trajetória da assistente de palco. "Não sei qual [carreira]", disse o ex-marido de Gabriela Pugliesi sobre o ofício da colega.

Naquele dia, a mãe de Erika ficou muito triste, pois a peoa é formada em Recursos Humanos, proprietária de uma marca de roupas, modelo e influenciadora digital. "Eles não sabem de nada. Essa menina trabalha desde os 15 anos. Trabalhou oito anos com o Faustão. Batalha tanto que não tem sábado nem domingo de folga", responde a coruja aos que criticaram a vida profissional da peoa.

Noites sem dormir

Em fevereiro último, Erika foi dispensada do corpo de baile do Domingão do Faustão (1989-2021), da Globo. Desde então, passou a se dedicar à função de influenciadora digital e à sua grife. Para isso, contou com a ajuda de Aline Almeida, 26 anos, sua amiga pessoal convocada para ajudar no gerenciamento de sua carreira.

Hoje, é Aline quem comanda a equipe responsável pelas redes sociais da artista. E foi com a ajuda da amiga que a modelo entregou todos os seus trabalhos para o qual foi contratada antes de entrar em A Fazenda 13.

"Antes de entrar na casa, ela já tinha uma agenda de trabalho fechada. E ela precisava honrar esses compromissos. Para isso, a Erika ficou sem dormir. Nos três dias antes do confinamento, ela não dormiu. Ela foi para o estúdio, e ficou fazendo fotos", relembra.

Para Aline, a empresária confirmou a intenção de usar o cachê e prêmio de R$ 1,5 milhão para comprar seu apartamento. No entanto, parte disso também será usado para alavancar seu negócio.

"Ela tem uma marca de roupas. Veio a pandemia e parou tudo. Agora que tinha começado a voltar [o comércio], veio a proposta da Record. Ela falou: 'É o que eu preciso, mais dinheiro para investir na marca'. Porque é tudo muito caro, é um investimento alto", aponta.

Em A Fazenda 13, Erika tem desfilado as criações de sua grife. Se ela permanecer mais semanas no reality da Record, há a previsão de lançamento de uma nova coleção.


Saiba tudo sobre reality shows com o podcast O Brasil Tá Vendo


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube para conferir nossos boletins diários, entrevistas e vídeos ao vivo


Últimas de A Fazenda 13

Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
Teste de fidelidade? A Fazenda 13 coloca relacionamento de peões em xequeTraída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas