Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

AMOR À VIDA

Walcyr Carrasco confessa que matou Marina Ruy Barbosa em novela por causa do cabelo

REINALDO MARQUES/TV GLOBO

Walcyr Carrasco no Conversa com Bial, em outubro de 2019

Walcyr Carrasco no Conversa com Bial; autor relembrou polêmica com atriz em Amor à Vida

REDAÇÃO

Publicado em 19/8/2020 - 18h42

O desentendimento entre Walcyr Carrasco e Marina Ruy Barbosa em Amor à Vida (2013) voltou à tona. O autor confessou que matou a personagem da ruiva, Nicole, por causa do cabelo. A atriz se negou a raspar os fios e comprometeu a história, já que interpretava uma mulher com câncer. "Ela não avisou com antecedência", disse o novelista.

Carrasco relembrou a história em entrevista para o Instagram da revista Caras na terça-feira (18). Na época, a recusa de Marina em raspar os cabelos e repetir a cena de Carolina Dieckmann em Laços de Família (2000) virou polêmica. O autor teria ficado irritado e decidiu dar fim a Nicole, que virou um fantasma até o fim da trama.

"Quando ela aceitou o papel, ela tinha combinado que cortaria o cabelo. Tinha combinado verbalmente que cortaria quando aceitou o papel. Ela foi fazer o papel e a história [do corte] foi chegando. Ela não avisou com tanta antecedência que não ia cortar", contou o autor para a jornalista Marcia Piovesan.

"Se ela tivesse, a certa altura, avisado com muita antecedência, eu teria sabido orientar a história para outro lugar", completou. Carrasco contou que, quando foi notificado que Marina não ficaria careca, ele já havia escrito 30 capítulos com esse enredo.

"Na minha história, a personagem dela já estava à beira da morte. Não tinha mais jeito, porque eu teria que desfazer toda a história já escrita, o que não é o problema. Falaram: 'O Walcyr ficou com preguiça'. Não, não fiquei com preguiça", ressaltou.

Segundo ele, refazer a trama já entregues seria um trabalho não apenas para ele. "Envolve a produção da novela, que já preparou cenário, já chamou os atores. Quer dizer, tem tanta coisa envolvida que não é uma coisa de: 'Volta atrás 30 capítulos e pronto'. Não. Então, não tinha jeito a não ser matar a personagem dela", explicou.

"O público hoje é muito informado. Todo mundo sabe a amplitude do câncer. Pela descrição que eu tinha dado, o tratamento quimioterápico acabaria com o cabelo [de Nicole]. Se eu não cortasse, ia ser um jogo duro. Não ia ficar verossímil. Então, o jeito foi matar. Foi o que eu fiz. Eu não sabia mais o que fazer", relembrou.

O escritor entregou também que foi avisado em cima da hora da negativa da ruiva. "Foram cinco dias e eu tinha que mudar toda a história. Entendeu? Se tivessem me preparado um mês antes, existe um time de peruca americana, que é uma peruca que parece que a pessoa está sem cabelo. Então, teria dado para encomendar esse material", frisou.

"Mas pode ser feito com muita antecedência. E a gente não tinha isso para resolver de uma boa maneira", admitiu ele, que também confessou ter ficado aborrecido com a artista na ocasião.

"Fiquei chateado, mas isso não quer dizer que não considero a Marina uma boa atriz, além de muito bonita. E não quer dizer que não trabalharia com ela de novo, desde que as coisas fossem todas conversadas antes. A Marina tem feito papéis que funcionam muito bem no ar", finalizou.

Confira entrevista com Walcyr Carrasco:

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por CARAS (@carasbrasil) em

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você acompanhará após o fim do BBB21?