SÓ COM PERUCA

Cinco vezes em que Marina Ruy Barbosa não conseguiu desapegar do cabelo ruivo

Divulgação/TV Globo e Reprodução/Instagram

Marina na minissérie Amorteamo e em comerciais de xampu e de carro: se ela não está ruiva, é peruca - Divulgação/TV Globo e Reprodução/Instagram

Marina na minissérie Amorteamo e em comerciais de xampu e de carro: se ela não está ruiva, é peruca

KELLY MIYASHIRO - Publicado em 26/07/2019, às 05h11

Marina Ruy Barbosa chocou seus seguidores ao aparecer com os cabelos platinados, bem parecidos com os da personagem Kim (Monica Iozzi), de A Dona do Pedaço. Mas tudo não passou de uma ação de marketing: Marina usou peruca loira para a gravação de um comercial de automóveis. Diferentemente de artistas que mudam de visual o tempo todo, a atriz não abre mão dos famosos cabelos ruivos nem para papéis em novelas.

Em Amor à Vida (2013), por exemplo, o autor Walcyr Carrasco queria que Marina raspasse a cabeça, já que sua personagem tinha câncer. Mas a ruiva se recusou a repetir a entrega de Carolina Dieckmann em Laços de Família (2000). Irritado, o escritor decidiu matar a doce Nicole, que virou um fantasma no fim da trama.

E a superproteção da atriz ao cabelo vem de longa data: desde que fez Belíssima (2005), ela se recusa a mexer no visual. Na época da trama de Silvio de Abreu, Marina deveria ter cortado os fios curtinhos, pois sua personagem seria moleca. Ainda criança, ela bateu o pé, e a caracterização acabou apostando em tranças.

Em maio deste ano, a ruiva fez suspense dizendo que poderia ficar loira, e deixou os fãs agitados. Mas não foi o que aconteceu: ela acabou apostando em uma peruca para o comercial. O recurso capilar já tinha usado na minissérie Amorteamo (2015), quando Marina apareceu morena.

Muito bem remuneradas, as atrizes da Globo não costumam oferecer resistência a mudanças no look. Deborah Secco, que ostentava um cabelo enorme, radicalizou com um corte "joãozinho" para um momento tenso de Karola na novela Segundo Sol (2018). Já Bruna Linzmeyer pintou os cabelos de rosa para protagonizar Meu Pedacinho de Chão (2014) a pedido do diretor Luiz Fernando Carvalho.

Confira cinco momentos em que Marina Ruy Barbosa não abriu mão do cabelo ruivo:

reprodução/youtube

Marina vive uma espiã loira inspirada em Charlize Theron no novo comercial da Renault


Espiã loira fake 

Marina Ruy Barbosa apareceu com os cabelos lisos e bem platinados na terça-feira (23), mas no dia seguinte foi revelado que ela estava apenas usando uma peruca para o novo comercial da Renault. O visual foi inspirado na espiã que Charlize Theron viveu no filme Atômica (2017). De acordo com Federico Goyret, diretor de marketing da marca no Brasil, já estava previsto desde o início que Marina usaria uma peruca e a tiraria ao fim do comercial, como uma grande reviravolta na história.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Marina também usou peruca para Amorteamo (2015); na mesma época ela estava em Império


Peruca da noiva-cadáver

Malvina, a noiva-cadáver da minissérie Amorteamo (2015), deveria ter um cabelo enorme e preto. E, muito antes do comercial, Marina decidiu recorrer ao artifício da peruca para interpretar o papel macabro. A justificativa para não mudar a cor dos fios com tintura foi de que ela ainda estava gravando as cenas finais da novela Império (2014), em que sua personagem, a ninfeta Maria Ísis, era ruiva.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Em Amor à Vida (2005), Nicole tinha câncer, mas sequer perdeu os cabelos antes de morrer


Preferiu morrer a raspar o ruivo

Em Amor à Vida, Marina viveu Nicole, jovem meiga que era diagnosticada com linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer que afeta o sistema linfático e reduz a imunidade do organismo. Walcyr Carrasco queria que Marina raspasse a cabeça, para mostrar um drama semelhante ao de Camila (Carolina Dieckmann) em Laços de Família. Mas a ruiva não topou. Sem gostar de ser contrariado, o autor mudou todo o planejamento da personagem: Nicole morreu no altar e virou uma assombração.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Marina como a grega Sabina, de Belíssima (2005): cabelo devia ser curto, mas ela não deixou 


Exigente desde pequena

Aos dez anos, Marina teve seu primeiro papel com falas em uma novela. Em Belíssima (2005), a grega Sabina era sobrinha da icônica vilã Bia Falcão (Fernanda Montenegro), e deveria ter cabelos curtos para passar um ar de moleca. A atriz, mesmo novinha e iniciante, não topou passar a tesoura. "No dia em que ela foi levada ao cabeleireiro, entrou em um berreiro que não ia cortar o cabelo de jeito nenhum, que ia ficar daquele tamanho mesmo, que o cabelo era dela", revelou o autor Silvio de Abreu em uma edição de 2013 do Domingão do Faustão.

reprodução/tv globo

Marina pintou o cabelo de "ruivo intenso" para O Sétimo Guardião (2018): cadê a diferença?


Ruivo 'mais intenso'

A protagonista Luz, de O Sétimo Guardião (2018), ostentava um cabelo que a própria Marina definiu como um "ruivo mais intenso". Só que a cor não parecia muito diferente do tom que a atriz sempre exibiu nos fios. Será que ela mudou mesmo a coloração e ninguém percebeu? De diferente mesmo, só o corte com franjinha, que acabou abolido na reta final da trama.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook