Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Nova plataforma

Só cliente da Apple terá acesso ao streaming da empresa? Saiba tudo

Imagens: Divulgação/Apple

O ator Jason Momoa, ex-GoT e o Aquaman do cinema, em imagem da primeira temporada de See

O ator Jason Momoa, ex-GoT e o Aquaman do cinema, em imagem da primeira temporada de See

JOÃO DA PAZ

Publicado em 31/10/2019 - 5h33

Nesta sexta (1º), o streaming da Apple estreia no Brasil e em outros 99 países. Para alcançar o maior número de pessoas possíveis, a empresa vai abrir uma exceção e não deixará o Apple TV+, como o serviço foi batizado, exclusivo dos clientes da empresa, que possuem itens como iPhones ou Macs. Qualquer pessoa poderá acessar a plataforma em navegadores de internet e em algumas smart TVs.

Antes de qualquer coisa, o mais importante de tudo isso: o preço. O streaming custará ao assinante R$ 9,90 por mês e poderá ser testado gratuitamente durante sete dias. É uma pechincha em comparação aos rivais, porém o Apple TV+ estreia magro, com apenas nove programas, todos exclusivos. Diferentemente das outras plataformas, não haverá um vasto catálogo de opções logo de cara.

Obter o Apple TV+ será simples. Para quem tem um iPhone, iPod Touch ou iPad é só entrar na Apple Store e pesquisar o nome do streaming. Após baixar o aplicativo, siga as instruções de assinatura e os programas estarão liberados. É preciso ter a versão mais recente do sistema operacional iOS instalada nos aparelhos.

Os computadores e notebooks Mac também vão ter o Apple TV+, assim como os set-top box Apple TV 4K, Apple TV HD e Apple TV da 3ª geração.

E quem não tem nada da Apple?

O telespectador interessado no streaming que não faz parte do clube exclusivo da Apple também terá um acesso fácil. Bastar entrar no site tv.apple.com/br e fazer a assinatura a partir desta sexta. O endereço estará liberado nos navegadores Chrome e Firefox (além do Safari, da Apple).

Como quem tem celulares com o sistema Android não terá a opção de instalar o app do Apple TV+ pela Play Store, o truque é navegar no streaming usando o Chrome.

De início, a Apple vai permitir que seu streaming seja visto em smart TVs da Samsung, em aparelhos modernos, de 2018 para cá. Futuramente, o Apple TV+ estará disponível em TVs da LG e Sony.

Jennifer Aniston e Reese Witherspoon em The Morning Show, série aguardada do Apple TV+


O que vai ter para assistir?

O Apple TV+ chega com nove programa neste 1º de novembro. As atrações têm nos cartazes personalidades populares em Hollywood como Jennifer Aniston (Friends), a apresentadora Oprah Winfrey, Jason Momoa (Game of Thrones, Aquaman) e Hailee Steinfeld (Bravura Indômita). O pacote de atrações vai de desenho com a turma do Snoopy a documentário sobre o mundo animal.

Há uma diferença importante entre o streaming da Apple e seus rivais: as séries não entrarão completas na data de estreia. Serão lançados os três primeiros episódios das produções e depois, a cada semana, um novo capítulo chega na plataforma. As atrações terão legendas em português e serão dubladas.

As séries See, The Morning Show e Dickinson já estreiam com as respectivas segundas temporadas confirmadas. Conheça mais sobre as nove atrações que darão o pontapé inicial no Apple TV+:

Dickinson: Indicada ao Oscar, a atriz Hailee Steinfeld será a poetisa americana Emily Dickinson (1830-1886) na comédia sombria Dickinson. A proposta da produção é apresentar ao público os contrastes da sociedade e do núcleo familiar norte-americano no século 19, sob o ponto de vista da jovem e rebelde protagonista.

For All Mankind: Cocriada por Ronald D. Moore (Battlestar Galactica), o drama de ficção científica For All Mankind não poderia ser mais americano. A essência da série é imaginar como seria o mundo se a corrida espacial nunca tivesse acabado, e a União Soviética tivesse chegado à Lua antes dos Estados Unidos. O elenco conta com Joel Kinnaman (Hanna) e Wrenn Schmidt (The Americans).

Ghostwriter: O remake da atração infantil homônima da rede pública americana PBS, Ghostwriter acompanha quatro crianças que buscam libertar personagens fictícios da literatura, com a ajuda de um fantasma que habita a livraria do bairro.

Helpsters: Voltada para as crianças, não é à toa que os bichinhos de Helpsters têm um quê de Vila Sésamo, pois foi feita pelos criadores da atração famosa. No centro da história está Cody e seu grupo de amigos monstros que embarcam em inúmeras aventuras.

Oprah's Book Club: A badalada apresentadora Oprah Winfrey traz para Apple a ideia de criar um clube de leitura global, com dicas imperdíveis de livros. A cada dois meses, ela entrevistará autores das obras indicadas.

See: Na seara das atrações apocalípticas, a Apple investe em See, o retorno de Jason Momoa, o Aquaman do cinema, para uma série. Momoa cravou seu espaço em Hollywood na série Game of Thrones como Khal Drogo, marido de Daenerys (Emilia Clarke). A trama se passa no futuro, após um vírus acabar com quase toda a população da Terra e deixar os sobreviventes cegos.

Snoopy in Space: A Apple traz novos episódios protagonizados pela popular turma do Snoopy. Nessa versão, o adorável cachorrinho tem o sonho de virar um astronauta. Ele terá a ajuda de Charlie Brown e seus companheiros nessa missão.

The Elephant Queen: O documentário conta a convivência de uma mãe elefante de 50 anos e sua prole. A atração relata uma jornada épica sobre família e perdas.

The Morning Show: Estrelada por Jennifer Aniston (a eterna Rachel de Friends) e Reese Witherspoon, a série The Morning Show chega à Apple TV+ com duas temporadas confirmadas. Narra os bastidores de um programa de TV matutino. O protagonista masculino é Steve Carell, o Michael de The Office (2005-2013).

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você acha que a Globo deu um tiro no pé em reprisar uma novela tão recente como A Força do Querer?