Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DOCUMENTÁRIO SOBRE ABUSO

Sem futebol às quartas, Globo exibe série sobre João de Deus depois do BBB21

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

João de Deus com uniforme de presidiário amarelo em frente a uma escala de altura

João de Deus em cena do documentário que mostra a trajetória do médium condenado por abuso

PIERO VERGÍLIO

pierovergilio@gmail.com

Publicado em 11/2/2021 - 7h00

Com as transmissões dos campeonatos estaduais restritas aos fins de semana nas primeiras rodadas, a Globo vai exibir às quartas-feiras, entre 3 e 17 de março, a série documental Em Nome de Deus. Na TV aberta, os seis episódios originais do Globoplay serão condensados em três, que vão ao ar logo depois do BBB21.

O documentário nasceu a partir das denúncias feitas por vítimas ao programa Conversa com Bial em 2018. O talk show trouxe relatos de mulheres que foram vítimas de abuso sexual cometidos pelo médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, até então um dos nomes mais respeitados do país.

"Quando você começa a cavar um túnel, você vai percebendo que vai chegando em algum lugar e vai descobrindo também novos caminhos, e a história vai crescendo", relata Pedro Bial, que assina o argumento e é responsável pela criação da série documental.

Encontro das vítimas

Além do depoimento das vítimas, o documentário também promoveu um encontro entre sete delas, que aceitaram mostrar seus rostos. Trechos dessa conversa costuram os episódios.

Outro destaque de Em Nome de Deus é o depoimento de Xuxa Meneghel, que conviveu com o médium. A apresentadora, que também foi molestada na infância e na adolescência por outras pessoas, não esconde a sua decepção com as denúncias.

"Em Nome de Deus é a história de mulheres e de sua coragem de reagir. Mais do que resistir, de agir, a partir do sofrimento, da humilhação e do massacre que elas sofreram. É um documentário sobre a voz das mulheres", conclui Bial.

Março turbinado

A exibição de Em Nome de Deus se junta a uma série de outras novidades que a Globo confirma para março. Já no dia 1º estreia a edição especial de A Vida da Gente. Horas mais tarde, o público começa a assistir ao compacto dos capítulos da "primeira temporada" de Amor de Mãe, que dividirá horário com a reta final de A Força do Querer.

Sem futebol durante essas três semanas, a programação não precisará ser adiantada às quartas, e novelas e Jornal Nacional começarão em seus horários habituais. Assim, as duas tramas das nove pouparão cortes nos capítulos durante a inédita dobradinha (em uma quarta com jogos, o tempo de arte da faixa é mais curto).

A grade especial também beneficia o BBB21, que será exibido colado nas novelas, como nos outros dias. A Globo tem em mãos a oportunidade de incrementar as edições do reality às quartas --nesse dia da semana, o programa não exibe grandes acontecimentos.

Para fechar a semana de reestreias, a volta do Se Joga está confirmada para sábado, 6 de março. Com Fernanda Gentil sozinha no comando e Érico Brás em externas, o programa sofrerá uma reformulação para tentar cair nas graças do público.


Leia também

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.