Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

TENSÃO E DESESPERO

SBT enfrenta nova onda de demissões para fechar o ano sem prejuízo

REPRODUÇÃO/SBT

Silvio Santos no Programa Silvio Santos, com plateia e cenário ao fundo

Silvio Santos revelou em seu programa que o SBT passa por uma onda de demissões e ameaçou bailarinas

GABRIEL PERLINE

Publicado em 3/10/2019 - 5h23

Uma nova onda de demissões foi iniciada nesta semana no SBT e nas demais empresas que compõem o Grupo Silvio Santos com o propósito de fechar o ano sem prejuízo financeiro. O clima, como era de se esperar, é de tensão e desespero. Os cortes irão atingir todos os setores, inclusive o artístico. O repórter Everton Di Souza, o Fofoquito, foi uma das primeiras vítimas dessa reestruturação, que deve se estender até dezembro.

Os cortes têm sido determinados pela Galeazzi & Associados, consultoria especializada em ajudar empresas a reequilibrarem suas contas e voltar a apresentar lucros ou evitar desperdício de dinheiro. A agência já presta serviços à emissora.

Este é o terceiro ano consecutivo que o SBT promove demissões no último trimestre do ano, para conseguir fechar o ano no azul. Em 2017, a emissora dispensou cerca de 100 profissionais para economizar R$ 12 milhões. A rede de Silvio Santos tem mantido seu faturamento na casa de R$ 1 bilhão por ano, mas, considerando a inflação, encolheu 13% nos últimos quatro anos.

Novamente, a Galeazzi detectou a necessidade de promover mais demissões e reduções de custos para que as empresas do grupo fechem seus caixas no azul em 2019. Internamente, a operação recebeu o nome de "Orçamento Base Zero", e vem sendo chamada pela sigla OBL.

Além das demissões, foram apontadas algumas soluções para que o SBT evite gastos excessivos, incluindo o setor artístico. Uma das medidas sugeridas foi a redução salarial de atores e apresentadores contratados, mas que estão fora do ar por falta de projetos.

A primeira vítima dessa decisão foi Mamma Bruschetta, retirada do Fofocalizando em setembro. A primeira sugestão da consultoria foi demitir a apresentadora, mas Silvio Santos não aprovou. Apenas concordou em reduzir o salário e pediu para que agissem com parcimônia, já que a funcionária iniciará um severo tratamento contra a obesidade.

Na lista de cortes, Fofoquito foi o primeiro. A reportagem apurou que mais dois nomes do Fofocalizando que aparecem no vídeo estão com seus futuros ameaçados. Um deles é dado como certo devido à baixa produtividade. O outro, segue sob análise.

Jurados fixos de reality shows de culinária também terão seus contratos renegociados. A consultoria viu que alguns deles aparecem apenas três meses no ar, mas são remunerados de janeiro a dezembro.

O Notícias da TV procurou o SBT para falar sobre a onda de demissões, mas a assessoria disse que não comenta questões internas. No domingo (29), Silvio Santos deixou escapar em seu programa que a emissora passa por uma onda de cortes e chegou a ameaçar algumas de suas bailarinas e assistentes de palco.

"Nós estivemos reunidos e estamos reduzindo as despesas do SBT. Vou ter que fazer uma coisa que não gosto de fazer. Vou ter que medir as coxas de vocês, quem estiver a mais fina, vai ter que ir embora", disse, em tom de brincadeira.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?