Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

O VOTO NA TV

GloboNews 'expulsa' âncoras e escala só 'time da política' em cobertura das Eleições

REPRODUÇÃO/GLOBONEWS

Andréia Sadi com uma camisa branca e falando diretamente dos estúdios da GloboNews no Rio de Janeiro

Andréia Sadi: GloboNews retira apresentadores e vai só com time político nas Eleições

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 14/6/2022 - 16h35
Atualizado em 14/6/2022 - 17h40

A GloboNews vai mudar seu esquema histórico para a cobertura das eleições deste ano. O canal de notícias da Globo não terá nenhum apresentador envolvido nos programas especiais de debate ou na Central das Eleições, que fará análises e mostrará os resultados do pleito. Apenas o chamado "time da política" fará parte do elenco escalado. O objetivo é fortalecer a nova imagem que a GloboNews quer passar, de "casa da política".

Até as eleições de 2020, o canal de TV paga sempre escalava apresentadores para dinamizar as coberturas. Na última cobertura, Cesar Tralli e Christiane Pelajo foram colocados na função. A partir deste ano, como a GloboNews promoveu comentaristas políticos para serem âncoras, houve a ideia de colocá-los pala mediar as discussões.

Segundo apurou o Notícias da TV, a Central das Eleições terá em seu elenco Andréia Sadi, Natuza Nery, Júlia Duailibi, Míriam Leitão, Merval Pereira, Ana Flor, Valdo Cruz, Octávio Guedes, Gerson Camarotti e Flavia Oliveira. Natuza vau atuar como apresentadora, mas dando muita opinião e participando do debate.

Junto com Natuza Nery, Andréia Sadi e Julia Duailibi são as expoentes do novo estilo de ancoragem que a GloboNews tem implementado. Andréia comanda o Estúdio i desde o início do mês, com boa audiência. Já Julia faz o Em Ponto desde 2020 e vai apresentar um jornal na faixa das 16h a partir de julho com Tiago Eltz na programação da emissora.

A GloboNews se prepara para uma cobertura robusta das Eleições presidenciais. No mês passado, o canal lançou uma peça publicitária com suas estrelas do jornalismo para atiçar o público. Sabatinas com candidatos e entrevistas exclusivas são prometidas. 

No dia do pleito e da apuração, em 3 de outubro, a emissora fará sua tradicional maratona e ficará no ar com um programa especial de debates das 16h30 à 1h. Se houver segundo turno em alguns Estados e na corrida presidencial, o esquema se repetirá em 29 do mesmo mês.

Atualmente, a GloboNews é líder entre os canais de notícia da TV por assinatura com médias de 0,42 ponto. Jovem Pan, CNN Brasil e BandNews, suas concorrentes diretas, estão bem atrás. 


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.