Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

LUTA CONTRA VÍCIOS

Mãe de Sergio Hondjakoff desabafa sobre 11ª internação do filho: 'A última'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Sergio Hondjakoff ao lado de sua mãe, Carmen Lucia

Sergio Hondjakoff e sua mãe, Carmen Lucia: ator é conhecido por fazer sete temporadas de Malhação

IVES FERRO

ives@noticiasdatv.com

Publicado em 14/6/2022 - 15h06

Sergio Hondjakoff se internou voluntariamente em uma clínica de reabilitação em São Paulo no último dia 11 de junho. Recentemente, em um momento em que estava sob o efeito de drogas, ele abriu uma live no Instagram e pronunciou ameaças contra o pai. Carmen Lucia, mãe do ator, revelou que esta será a 11ª internação dele e torce para que o filho se recupere.

"Meu filho é dependente químico há 16 anos e já teve 10 internações em clínicas. Dessa vez vai dar certo e, se Deus quiser, será a última internação do meu filho. Ele vai vencer, assim como muitos já venceram esse vício maligno", desabafou ela ao G1.

Hoje aos 37 anos, o artista luta contra o vício em crack, álcool, remédios e cocaína desde a juventude. Neste último episódio, Carmen contou que ele recebeu ajuda do ex-Polegar Rafael Ilha, que abandonou o vício em drogas no passado. "Ele socorreu meu filho e a minha família quando a gente mais precisava e conseguiu uma clínica", explicou.

O vencedor do reality A Fazenda não era próximo de Hondjakoff, mas se sensibilizou ao ver o vídeo em que o ator teve uma crise. Ele buscou um bom tratamento para assegurar que o eterno Cabeção de Malhação (1995-2020) permaneça na clínica pelo tempo que for preciso.

"Quem nunca passou por isso tem uma visão quando vê aquele vídeo [da ameaça ao pai]. Para a gente que passou, para as famílias que passam por isso, é outra visão. Eu vi como um pedido de socorro também. Conversei muito com ele, até convencê-lo a vir para cá", relatou.

Vergonha pela exposição

Em abril deste ano, Hondjakoff abriu o jogo sobre outro momento em que teve sua internação exposta, em agosto de 2021. Ele sentiu vergonha por não ter conseguido preservar a imagem do filho, e contou que, na época, estava evoluindo no tratamento.

"Quando você está fazendo o uso de alguma substância que altera a mente e usa isso como fuga, acaba que, nos momentos em que você está sóbrio, fica pensando em consumir a droga. E eu ali, procurando subterfúgio em uma droga artificial, um momento de relaxamento, que não era o caminho mais corajoso, mais digno", pontuou.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.