Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

APÓS ESPN E FOX SPORTS

Globo contrata primeira narradora de futebol de sua história: Renata Silveira

DIVULGAÇÃO/GLOBO

Imagem de Renata Silveira usando o uniforme de narradores da Globo

Renata Silveira foi contratada pela Globo; narradora já passou pela ESPN e Fox Sports

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 7/12/2020 - 11h22
Atualizado em 7/12/2020 - 14h08

A Globo anunciou na manhã desta segunda-feira (7) a contratação de Renata Silveira como narradora esportiva, a primeira mulher a desempenhar a função na história da emissora. "Estou muito feliz com tudo que está acontecendo em tão pouco tempo de carreira. É a realização de um sonho", comemorou ela, que tem passagem pela ESPN Brasil e Fox Sports.

"O espaço para as mulheres vem crescendo bastante. Isso depende de oportunidades, tem muitas mulheres capacitadas para estarem ali, mas às vezes não têm a oportunidade", ponderou Renata, que tem sua estreia como narradora prevista para 2021.

Nos útlimos meses, a Globo vem aumentando o número de mulheres no setor esportivo. Ana Thaís Matos e Renata Mendonça já fazem parte do time de comentaristas da emissora, enquanto Nadine Basttos se tornou a primeira mulher a fazer parte da Central do Apito, presente em todas as transmissões de jogos de futebol tanto na TV aberta, quanto no SporTV e Premiere.

Formada em Educação Física, Renata fez pós-graduação em Jornalismo Esportivo e passou a investir na carreira de comentarista e narradora após vencer um concurso no rádio para narrar jogos da Copa do Mundo em 2014. "Pelo fato de nunca ter visto uma mulher narrando, não me imaginava fazendo isso", admitiu ela.

"Uma mulher narrando ainda é uma novidade, minha responsabilidade é muito grande. Vou continuar estudando bastante, como sempre fiz", prometeu Renata. "Estamos quebrando várias barreiras e desbravando muitas coisas. Ser uma das primeiras a fazer isso, mostrar que é possível, é muito legal. Confesso que não sabia o tamanho real deste papel", completou ela. 

Carreira

Renata começou a carreira como narradora em 2014, durante a Copa do Mundo que foi sediada no Brasil, pela Rádio Globo. "Tinha uma rejeição bem grande [do público], era muito novo. Eu nunca tinha visto uma mulher narrando uma partida de futebol", relatou ela ao Notícias da TV, afirmando que as críticas --e ofensas-- a motivaram a crescer.

Em 2018, Silveira foi uma das vencedoras do concurso Narra Quem Sabe, do Fox Sports, para mulheres narrarem a Copa do Mundo pela primeira vez, e acabou sendo contratada mais tarde. "A rejeição ainda era bem grande. Mas de 2018 para cá, isso mudou. A recepção do público evolui conforme as mulheres ganham espaço", ressaltou a jornalista.

Em 2020, Renata deu passos importantes em sua carreira ao estrear como narradora na ESPN Brasil, no comando da Champions League Feminina. A jornalista também integrou uma equipe de transmissão 100% feminina para a final da Copa do Nordeste, no Fox Sports, ao lado de Lívia Nepomuceno.

Nas redes sociais, Renata agradeceu as oportunidades que teve na ESPN e Fox Sports e comemorou a casa nova. "Foi intenso, inesquecível e vou levar tudo para sempre no coração. Mudo de casa com a sensação de trabalho bem feito, com uma angústia no peito de querer ficar, mas ao mesmo tempo muito feliz com essa nova fase", escreveu. Confira:

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Divórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas