CASO CONFIRMADO

Funcionária da CNN Brasil é diagnosticada com coronavírus, e colegas estão isolados

Reprodução/CNN

Totem de dois metros de altura com a marca da CNN no hall de entrada do canal de notícias na sede localizada na avenida Paulista, em São Paulo

Totem da marca CNN na sede paulista do canal de notícias; funcionária testou positivo para Covid-19

REDAÇÃO - Publicado em 28/03/2020, às 12h22

A CNN Brasil teve uma funcionária diagnosticada com coronavírus neste sábado (28). O nome da profissional não foi informado. Ela já estava afastada de suas funções no departamento de programação e internada em um hospital de São Paulo. O canal informa que está prestando todo o apoio necessário e que os colegas de trabalho da infectada estão em quarentena.

A empresa afirma que está agindo para evitar a propagação da doença nas suas dependências. Entre as ações, estão a higienização com desinfecção de todas as áreas de trabalho.

Além disso, a CNN colocou à disposição de todos os colaboradores uma profissional de saúde para medição de temperatura e nível de oxigênio no sangue.

Em nota, o canal afirma que está disponibilizando álcool gel, máscaras e luvas especialmente para pessoas que trabalham nas áreas técnicas e de apoio, onde há maior número de pessoas nos ambientes.

"A CNN já conta com cerca de 40% de seus profissionais em home office", informa o canal, que conclui seu comunicado desejando uma breve recuperação à funcionária diagnosticada com a Covid-19.

O canal entrou no ar no último dia 15 após passar meses se preparando para estrear no mercado brasileiro. Com a cobertura do avanço do novo coronavírus no país, fechou a primeira semana já com 189 minutos na liderança no Ibope da TV paga

Confira o comunicado da CNN Brasil na íntegra:

CNN Brasil identifica primeiro caso de coronavírus; Funcionária foi diagnosticada hoje e já está em recuperação

A CNN informa que uma funcionária do departamento de Programação foi diagnosticada na manhã deste sábado com Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. Ela está em recuperação no hospital e recebendo todo apoio do Departamento de RH do canal.

A CNN segue com ações visando a prevenção para evitar a propagação da doença nas dependências da empresa, que já incluíram a quarentena de todos os profissionais que trabalham diretamente com a funcionária infectada.

Foi realizado preventivamente um reforço na higienização com desinfecção em toda a empresa. Além disso, a CNN colocou à disposição de todos os colaboradores uma profissional de saúde para medição de temperatura e nível de oxigênio no sangue; higienização contínua dos locais e estações de trabalho por profissionais de limpeza; disponibilização de álcool gel nas diversas áreas da empresa; disponibilização de máscaras e luvas especialmente para pessoas que trabalham nas áreas técnicas e apoio onde há maior número de pessoas nos ambientes e/ou tenham contato frequente com várias pessoas diferentes.

A CNN já conta com cerca de 40% de seus profissionais em home office. O canal deseja uma breve recuperação à funcionária diagnosticada com Covid-19.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?
Sinta-se em Casa, com Marcelo Adnet sempre criativo e afiado
10.15%
Diário de um Confinado, com retrato fiel do isolamento social
17.34%
Cada um no seu Quadrado, com suas dinâmicas divertidas
2.40%
Prefiro as reprises das novelas mesmo
70.11%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook