GUERRA POR AUDIÊNCIA

Com coronavírus, CNN supera canais pagos e já ameaça 'reinado' da GloboNews

REPRODUÇÃO/CNN BRASIL

Phelipe Siani e Mari Palma na bancada do Breaking News, da CNN Brasil

Phelipe Siani e Mari Palma comandaram parte da cobertura ao vivo da CNN Brasil no domingo (22)

REDAÇÃO - Publicado em 23/03/2020, às 11h47 - Atualizado às 12h34

A CNN Brasil completou uma semana no ar no domingo (22) comemorando 189 minutos na liderança no Ibope da TV paga. Em tempos de coronavírus, a debutante ficou em segundo lugar no ranking dos canais adultos e vem ameaçando o "reinado" da GloboNews.

De acordo com dados prévios do Ibope Kantar, no sábado (21) o novo canal ficou à frente da GloboNews durante 59 minutos e empatou na liderança com o noticiário do Grupo Globo outros 68 minutos --ou seja, foram mais de duas horas em primeiro lugar. Na sexta (20), foram 39 minutos no topo --destes, 12 minutos e outros 27 com empate. 

Na média do dia, no entanto, a CNN ainda está longe da rival. Das 7h à meia-noite de sábado, registrou 0,6 ponto de média no mercado nacional de televisão por assinatura, enquanto a empresa de notícias do Grupo Globo marcou o dobro: 1,2 ponto. As jornalísticas ficaram à frente de Space, TNT, Multishow, BandNews, SporTV, Fox Sports e ESPN. O levantamento desconsidera os canais infantis.

Na faixa da tarde do sábado, entre 12h e 18h, o placar do duelo CNN x GloboNews foi de 0,8 a 1,2. Nesse mesmo intervalo, os jornalísticos foram mais vistos do que a RedeTV! no universo de quem tem TV paga.

Das 7h à meia-noite de domingo, a GloboNews conseguiu ampliar a diferença para a nova rival e venceu de 1,6 a 0,6. As duas continuaram à frente dos outros canais por assinatura. Os dados são prévios e podem sofrer alterações.

O Notícias da TV apurou que a direção da CNN Brasil está satisfeita com esses resultados do primeiro fim de semana completo no ar, já que conseguiu derrotar opções mais tradicionais, como BandNews e Record News, e ainda encostar em alguns momentos na GloboNews.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook