PRÓXIMO PAPEL

Após chorar em Éramos Seis, Gloria Pires vai maltratar a filha cega em novela

Reprodução/TV Globo

Gloria Pires contracena com Cássio Gabus Mendes em Éramos Seis, novela das seis da Globo encerrada nesta sexta

Gloria Pires contracena com Cássio Gabus Mendes em Éramos Seis; atuação emocionou noveleiros

DANIEL CASTRO - Publicado em 28/03/2020, às 04h44 - Atualizado às 07h10

Atriz que roubou a cena em Éramos Seis com a sofredora Lola, Gloria Pires já tem trabalho garantido na Globo. Ela será a grande vilã da próxima novela de João Emanuel Carneiro, autor de Avenida Brasil (2012) e Segundo Sol (2018). Será novamente uma matriarca, como na recém-encerrada trama das seis, mas às avessas: ela maltratará a filha cega na produção que entrará na sequência de Um Lugar ao Sol, a substituta da atual Amor de Mãe.

Gloria encarnará uma "vilã com sentimentos, mas egoísta, capaz das maiores atrocidades, que sempre arruma uma justificativa plausível para os seus atos", de acordo com a proposta de Carneiro.

Ela contracenará com Leticia Colin, que viverá a deficiente visual sofredora. A atriz, que se destacou em Novo Mundo (2017), se destacou na última obra de Carneiro, Segundo Sol, como a determinada garota de programa Rosa.

A trama do criador de Carminha também terá uma história de vingança, como antecipou a colunista Patricia Kogut, de O Globo. Um garçom será contratado para assumir um crime no lugar de outra pessoa, levará um calote e ficará obcecado para dar o troco e fazer justiça.

Gloria Pires terminou Éramos Seis ainda mais em alta na Globo. Ela conseguiu imprimir características únicas a Lola, uma personagem já interpretada por outras grandes atrizes.

Sua atuação comoveu tanto que a autora Angela Chaves e o diretor de Dramaturgia da Globo, Silvio de Abreu, resolveram mudar o final original da história e dar a Lola um final feliz ao lado de Afonso (Cássio Gabus Mendes). Em entrevista publicada na quinta no Gshow, Angela reconheceu o peso de Gloria no sucesso de Éramos Seis:

"Gloria Pires é uma atriz incrível, só no olhar diz tantas coisas. E contribui, inspira. Senti uma grande responsabilidade por ser minha primeira novela, mas também uma enorme tranquilidade, porque sabia que ela iria arrebentar. Sorte a minha tê-la em Éramos Seis, que sorte! O que diria a ela, eu já disse: 'Obrigada, muito obrigada, por ter dado vida a Lola de maneira tão brilhante'."

Daniel Castro
DANIEL CASTRO transformou a coluna de Televisão da Folha de S.Paulo na mais relevante do país durante sua passagem pelo jornal, entre 1991 e 2009. Trabalhou no Notícias Populares (1995-96) e R7 (2009-13). E-mail: dcastro@noticiasdatv.com

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve reprisar depois de Novo Mundo?

Últimas notícias