Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

GALTON SÉ

CNN Brasil responde a assédio do SBT e 'rouba' repórter da concorrente

FOTOS: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Galton Sé vestindo terno e gravata, e segurando microfone durante uma reportagem

Galton Sé em reportagem para o SBT; ele estreou na CNN Brasil na última segunda-feira (13)

GABRIEL PERLINE

Publicado em 19/7/2020 - 7h11

Após tomar conhecimento de que o SBT queria repatriar o âncora Daniel Adjuto, a CNN Brasil voltou a atacar a emissora de Silvio Santos e tirou dela um de seus principais repórteres: Galton Sé. Após 12 anos, o jornalista aceitou deixar seu antigo emprego para reforçar a equipe de Brasília (DF) e já iniciou seu expediente em horário nobre.

Galton era um dos principais repórteres que cobria o cenário político nacional e fazia entradas diárias no SBT Brasil, principal telejornal da emissora.

No ano passado, Sé chegou a negociar com a CNN Brasil e por pouco não assinou o contrato com o canal de notícias, mas as conversas arrefeceram e ele optou por seguir em seu antigo emprego.

Mas a CNN não gostou de saber que o SBT procurou Daniel Adjuto recentemente e fez uma proposta financeira agressiva para tirá-lo de seu casting. Assim, o canal de notícias novamente foi atrás de Galton Sé, que não pensou duas vezes e aceitou o convite. Ele deixou a emissora de Silvio Santos em 10 de julho e estreou no canal de notícias três dias depois, na última segunda-feira (13). 

Galton Sé em reportagem para a CNN Brasil

A investida do SBT na CNN Brasil se deu por conta da aprovação de uma nova central jornalística em Brasília, chefiada por Luiz Weber, ex-Folha de S.Paulo. Prevista para estrear em agosto, promete ser um dos maiores investimentos já feitos por Silvio Santos no Jornalismo, área que ele sempre tratou com desprestígio. 

Mesmo com um novo panorama em vista, alguns jornalistas que seguem no SBT não estão totalmente seguros de que o projeto irá vingar e estão buscando novas oportunidades no mercado.

Em 23 de maio, o dono da emissora mandou suspender a edição do SBT Brasil, seu principal telejornal, para que não fossem repercutidas as gravações da reunião ministerial em que Jair Bolsonaro reclamou da falta de informações relacionadas à segurança de sua família e amigos, que motivou a saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O SBT segue em busca de grandes nomes do Jornalismo para reforçar as bancadas de seus telejornais, mas até o momento nenhum profissional de seus principais concorrentes aceitou o convite.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?