TV PAGA

CNN Brasil fecha acordo com Claro, mas custará mais caro do que GloboNews

Reprodução/TV Globo e Reprodução/Record

Montagem com foto dos jornalistas Monalisa Perrone, no Hora 1, da Globo, e Reinaldo Gottino, no Balanço Geral, da Record

Monalisa Perrone no Hora 1 e Reinaldo Gottino na época do Balanço Geral: astros da CNN Brasil

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 09/10/2019, às 16h54

Prevista para estrear no início do ano que vem, a CNN Brasil anunciou seu primeiro acordo de distribuição na TV paga. O canal de notícias estará disponível para assinantes da Claro (a maior do país), mas apenas a partir do plano intermediário da operadora. Sua principal concorrente, a GloboNews, é oferecida para clientes do pacote básico, mais barato.

De acordo com o site da Claro, o plano mais barato oferecido aos seus clientes é o Fácil HD, que custa a partir de R$ 69,99 e conta com dois canais noticiosos: a GloboNews e a Band News, com suas respectivas versões em alta definição.

Já a CNN Brasil será oferecida a partir do pacote Mix HD, com mensalidades de R$ 99,90. Ou seja: quem quiser conferir Monalisa Perrone, Reinaldo Gottino e companhia desembolsará R$ 30 a mais do que os fãs do canal do Grupo Globo.

Ao fechar acordo com a Claro, a CNN Brasil também confirma sua presença no Now, serviço de video on demand da operadora --com direito à transmissão em 4K na plataforma. Ainda será possível rever a programação até sete dias depois de sua exibição ao vivo no Replay TV ou gravar atrações na nuvem do Cloud-TV.

Segundo Fernando Magalhães, diretor de programação e conteúdo da Claro, o acordo com o canal de notícias é um importante marco na TV paga.

"Estamos felizes por fazermos parte da história da CNN Brasil. A Claro tem como premissa levar o que há de mais novo e relevante para os seus clientes. Então, não poderia ser diferente: vamos oferecer, em primeira mão, um dos canais de notícias mais promissores do país", afirmou ele em nota distribuída à imprensa.

O último levantamento de TV paga da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), referente a agosto, aponta que a Claro conta com 8 milhões de clientes em todo o país --mas não diferencia quais assinam cada pacote.

Time de peso e 18 horas ao vivo

Licenciador da marca ao lado do empresário Rubens Menin, o ex-Record Douglas Tavolaro trabalha na montagem de uma grade de programação que terá 18 horas de transmissões ao vivo. A operação envolverá, ao todo, cerca de 400 jornalistas.

As primeiras contratações midiáticas da CNN Brasil foram as de Evaristo Costa e William Waack, ex-Globo. Depois, vieram os repórteres Phelipe Siani e Mari Palma, o "casal 20" da Globo, e os apresentadores Monalisa Perrone e Reinaldo Gottino.

Na semana passada, mais três contratações foram oficializadas: a ex-Jovem Pan Marcela Rahal, que será repórter do canal, o analista internacional Lourival Sant'Anna e a comentarista política Renata Agostini.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está curtindo o programa Se Joga?
Sim, é divertido e leve.
22.27%
Não é horrível, mas também não é bom.
26.34%
Não, achei muito ruim, uma vergonha.
27.00%
Prefiro A Hora da Venenosa.
24.40%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook