MARCELA RAHAL

Após Monalisa Perrone, CNN Brasil contrata apresentadora da rádio Jovem Pan

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Marcela Rahal na bancada do Jovem Pan Agora, telejornal exibido pela Jovem Pan no YouTube

Marcela Rahal apresentava o Jovem Pan Agora, telejornal da rádio Jovem Pan exibido no YouTube

GABRIEL PERLINE - Publicado em 06/09/2019, às 16h40

Após contratar Monalisa Perrone, a CNN Brasil acaba de definir mais um nome para seu casting: a jornalista Marcela Rahal. Ela apresentava o Jovem Pan Agora, um telejornal criado para o canal do YouTube da rádio Jovem Pan, desde fevereiro deste ano. Anunciou na quinta-feira (5) seu desligamento, sem revelar o motivo da saída.

No Instagram, ela publicou uma foto ao lado de alguns amigos da Jovem Pan, agradecendo pela parceria no curto período em que trabalhou na rádio.

"Foi rápido, mas foi intenso e de muito aprendizado. Hoje encerro meu ciclo na Jovem Pan! Uma redação que pulsa, que não para, que me ensinou muita coisa! Conheci pessoas incríveis, acolhedoras e do bem. Obrigada! Logo mais, começo um novo desafio!", escreveu, sem dar mais detalhes.

Ainda não há informações sobre a função de Marcela no canal de notícias. O comunicado de sua contratação será divulgado em breve.

Este será o retorno de Marcela Rahal à TV. Antes de trabalhar na Jovem Pan, ela fazia parte da Record News, onde apresentou os telejornais Hora News e Link News, além do programa Eco Record News Amazônia. 

Confira o post de despedida de Marcela da rádio Jovem Pan:


CNN Brasil: 18 horas ao vivo

A CNN Brasil corre contra o tempo para começar em novembro. A marca foi licenciada por Douglas Tavolaro, ex-vice-presidente de Jornalismo da Record, e pelo empresário Rubens Menin.

O canal vai operar em edifício na avenida Paulista, com vista para o prédio da Fiesp, local de manifestações populares em São Paulo. As obras de reforma terminam em outubro. Os equipamentos serão instalados até novembro.

Tavolaro e sua equipe (já foram contratados cerca de cem profissionais) trabalham na montagem de uma grade de programação que terá 18 horas de transmissões ao vivo. A operação envolverá, ao todo, cerca de 400 jornalistas.

As primeiras contratações midiáticas da CNN Brasil foram as de Evaristo Costa e William Waack, ex-Globo. Depois, vieram os repórteres Phelipe Siani e Mari Palma, o "casal 20" da Globo. A ofensiva aos profissionais da Globo foi grande.

Tudo sobre

CNN Brasil

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que falta para Amor de Mãe conquistar mais audiência?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook