Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

REFORÇOS

CNN Brasil volta a atacar a concorrência e contrata mais três jornalistas

DIVULGAÇÃO/CNN BRASIL

Marcela Rahal, Lourival Sant'Anna e Renata Agostini

Marcela Rahal, Lourival Sant'Anna e Renata Agostini foram contratados pela CNN Brasil

GABRIEL PERLINE

Publicado em 2/10/2019 - 12h36

A CNN Brasil acaba de anunciar a contratação de mais três jornalistas da concorrência para reforçar seu time. Desta vez, serão dois comentaristas e uma repórter: Renata Agostini e Lourival Sant'Anna, ex-Estadão, e Marcela Rahal, ex-Jovem Pan, conforme antecipado pelo Notícias da TV, em setembro.

Marcela apresentava um telejornal diário no canal do YouTube da rádio Jovem Pan, e pediu demissão em agosto para assinar com a CNN Brasil. No canal de notícias, ela ocupará a função de repórter. A jornalista acumula em seu currículo passagens pela BandNews FM, UOL e Record News.

O experiente Lourival Sant'Anna ocupará a função de analista internacional. Ele construiu seu nome no jornal O Estado de São Paulo, onde ocupou as funções de repórter especial, editor-chefe, editorialista e correspondente em Londres. Atualmente assina uma coluna no periódico, faz colaborações para a revista Exame e é comentarista da rádio CBN.

Por fim, a jornalista Renata Agostini será comentarista política da CNN Brasil em Brasília. Ela deixou o jornal O Estado de São Paulo, onde ocupava a função de repórter especial, para assinar com o canal de notícias.

CNN Brasil: 18 horas ao vivo

A CNN Brasil corre contra o tempo para começar em novembro. A marca foi licenciada por Douglas Tavolaro, ex-vice-presidente de Jornalismo da Record, e pelo empresário Rubens Menin.

O canal vai operar em edifício na avenida Paulista, com vista para o prédio da Fiesp, local de manifestações populares em São Paulo. As obras de reforma terminam em outubro. Os equipamentos serão instalados até novembro.

Tavolaro e sua equipe (já foram contratados cerca de cem profissionais) trabalham na montagem de uma grade de programação que terá 18 horas de transmissões ao vivo. A operação envolverá, ao todo, cerca de 400 jornalistas.

As primeiras contratações midiáticas da CNN Brasil foram as de Evaristo Costa e William Waack, ex-Globo. Depois, vieram os repórteres Phelipe Siani e Mari Palma, o "casal 20" da Globo, Monalisa Perrone e Reinaldo Gottino. A ofensiva aos profissionais da Globo foi grande.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?

Muito bom, tem todo o conteúdo que os fãs da Disney amam.
19.71%
O catálogo é bom, mas há falhas e problemas no aplicativo.
8.45%
Não gostei, o conteúdo não me interessou.
17.51%
Não assinei, achei o preço muito alto.
54.33%