Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NO YOUTUBE

Choro e desemprego: Astrid revela altos e baixos de famosos na pandemia

DIVULGAÇÃO/YOUTUBE

Astrid Fontenelle em um dos cenários para seu canal no YouTub

Astrid Fontenelle em um dos cenários para seu canal no YouTube; novo quadro com histórias sobre a pandemia

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 29/9/2020 - 7h05

Compartilhar experiências sobre o que vivemos durante a pandemia é o mote do novo quadro de Astrid Fontenelle, 59 anos, em seu canal no YouTube. Em As Mesmas 12 Perguntas, a apresentadora questiona famosos sobre como cada um tem enfrentado o isolamento social. "Vivendo a quarentena, eu cheguei nesse formato", explica.

Afetada pela pandemia, Astrid viu na própria rotina e na dos amigos a oportunidade de fazer um registro da história que passava diante de seus olhos. A proposta do novo quadro, que estreou na segunda-feira (28) com Preta Gil, é fazer as mesmas questões para todos. "A minha maior tentação é perguntar mais (risos)", admite ela ao Notícias da TV.

Até dezembro, quando a youtuber encerra a primeira temporada, serão 30 entrevistados conhecidos pelo grande público. Já gravaram a sabatina Fábio Porchat, Teresa Cristina, Camila Coutinho, Zeca Camargo, entre outros. As conversas serão veiculadas semanalmente na plataforma de vídeos.

As perguntas para os entrevistados vão de "o que você viveu nessa quarentena que te surpreendeu?", "o que ganhou importância na sua vida?" e "o que nunca mais você vai querer fazer depois dessa quarentena?". Questionamentos que levantam um debate e, em determinados momentos, geram um desabafo sincero.

"Quando eu escrevi o texto de apresentação, falei: 'Quero ouvir histórias dessas pessoas'. Por exemplo, a Preta falou bastante sobre a doença [a cantora foi uma das primeiras famosas a contrair o Covid-19]. Ela viveu [a doença] e mostrou nos Stories. Isso foi para o lixo. Foi para onde? A gente não tem essas coisas guardadas e compactadas", explica.

"O [quadro] com a Preta foi lindo, porque a gente riu e se emocionou muito. Teve um momento lá que ela chorou", relembra. Na entrevista, a cantora foi às lágrimas ao falar sobre os cuidados que recebeu do marido, Rodrigo Godoy, quando estava doente.

Fazer um compilado com diferentes olhares sobre a pandemia é um dos atrativos do bate-papo virtual. Zeca Camargo, por exemplo, foi uma das apostas de Astrid, e ela dá um spoiler de o que conversou com o jornalista.

"No meio da quarentena aconteceu com o Zeca o que todos nós temíamos que acontecesse com a gente. Digo, nós empregados. O cara não só perdeu o emprego [na Globo], como rolou um pânico. Eu sei porque sou amiga pessoal dele", revela.

"Lembro de falar com ele: 'Zeca, calma. Permita-se passar por esse ano sem fazer nada'. Mas aí o convite [da Band] era muito bom e ele teve que ir. Então é isso: o cara perdeu o emprego e foi contratado", adianta. A experiência do atual diretor-executivo de produção da Band será uma das próximas atrações de As Mesmas 12 Perguntas.

Quando terminar as 30 entrevistas, a youtuber pretende transformar as histórias em um documentário. Enquanto grava os depoimentos, Astrid aproveita para fazer uma espécie de reflexão sobre como a pandemia atingiu todos de uma maneira semelhante.

"Todo mundo tinha algum projeto para fazer em 2020. E essas pessoas entraram em desespero. Entrevistei o pastor Henrique Vieira, que fala que se desesperou. Até ele! É bom a gente ver essas pessoas que nos parecem fortes mostrando fragilidade, porque todos estamos no mesmo barco", analisa.

Para finalizar sua lista de 30 convidados e conseguir de cada um uma  percepção diferente do isolamento, Astrid tem feito uma maratona de gravações. Nesta terça-feira (29), ela conversa com Gilberto Gil. "Estou bem ansiosa por esse momento", confessa.

Confira As Mesmas 12 Perguntas com Preta Gil:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?