Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NO PAPO DE SEGUNDA

Taís Araujo diz que sofreu violência psicológica com ex: 'Gritou comigo'

REPRODUÇÃO/GNT

Taís Araujo em entrevista para o Papo de Segunda, no GNT, em 28 de setembro de 2020

Taís Araujo em entrevista para o Papo de Segunda, no GNT; atriz enfrentou violência psicológica de ex

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 29/9/2020 - 0h01

Taís Araújo revelou que já sofreu violência psicológica de um ex-namorado. À frente da campanha da Onu Mulheres Brasil, a atriz de Amor de Mãe, da Globo, entregou que, ao entrar no projeto, reconheceu ter sido vítima no passado. "Uma vez, um cara gritou comigo", desabafou.

Em entrevista para o Papo de Segunda, do GNT, nesta segunda-feira (28), Taís falou sobre a campanha Juntos Contra a Violência, ação para disseminar a informação de que a agressão não é só física.

"São muitos tipos [de violência]. Nessa campanha, a gente exemplifica alguns tipos de violência. Algumas, inclusive, que eu já passei. Quando fui ler, falei: 'Já passei por isso'", desabafou.

"As pessoas entendem como violência, às vezes, só a física. [Tem] A violência psicológica, aquele grito mais alto. Uma vez, escutei um grito. E eu nunca escutei meu pai gritar. Minha família não é uma família violenta", comparou

A intérprete de Vitória em Amor de Mãe, relembrou que seus pais, Mercedes Araújo e Ademir Araújo, mesmo divorciados voltaram morar juntos na quarentena.

"Eles são separados há mais de 30 anos e estão passando a pandemia juntos. Eu nunca vi meu pai gritar com a minha mãe. E eles passaram anos separados morando na mesma casa, sem que a gente soubesse", ressaltou.

Diante desse exemplo de relacionamento, Taís confessou que, quando era mais nova, ficou assustada quando ouviu um ex levantar a voz para ela.

"E, uma vez, um cara gritou comigo. Cara, mandei um e-mail para ele, era um namorado. Falei: 'Olha só, eu nunca tinha escutado um grito de homem. Nunca escutei meu pai gritar comigo, nunca escutei meu pai gritar com a minha mãe. Escutei de você e não gostei. E isso não vai se repetir'", detalhou.

Segundo a atriz o ex-namorado pediu desculpas e nunca mais repetiu o ato. Taís admitiu que só percebeu como ficou traumatizada com o episódio ao gravar a campanha Juntos Contra a Violência.

"Esse texto [da campanha] foi o que me deu o gatilho. Quando eu li, meu olho encheu de água, de falar: 'Caralho, passei por isso'. Quando eu vi, meu coração disparou. Falei: 'Olha o quanto isso mexeu comigo'", finalizou.

Veja vídeos de Taís Araújo no Papo de Segunda:


Leia também

Web Stories

+
Fim de casamento e cirurgia perigosa: Como estão os vencedores do Power Couple BrasilLustre de cristal e piso de mármore: Conheça o Carioca Palace, hotel de Pega PegaDe Luísa Sonza a Ana Hickmann: Veja as mansões de dez famosos brasileirosLonge dos holofotes: Veja por onde andam cinco atores de Hilda FuracãoAtaque de fã-clube e troca de professor: Cinco tretas marcantes na Dança dos Famosos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você vai acompanhar após o fim do No Limite e Power Couple?