HATERS

Após ataques de ódio, Felipe Neto e Rachel Sheherazade fazem as pazes no Roda Viva

Felipe Neto e Rachel Sheherazade no Roda Viva nesta segunda-feira (18), na TV Cultura

Felipe Neto e Rachel Sheherazade fazem as pazes no Roda Viva nesta segunda-feira (18), na TV Cultura

REDAÇÃO - Publicado em 18/05/2020, às 22h47 - Atualizado às 23h52

Felipe Neto e Rachel Sheherazade fizeram as pazes no Roda Viva, na TV Cultura, nesta segunda-feira (18). O youtuber foi o convidado da vez e ao fazer o primeiro contato com a jornalista do SBT, a antiga rixa entre os dois veio à tona. "Meu ex-hater", apontou a funcionária de Silvio Santos. "Já fui", completou ele respondendo à comunicadora. Os dois já trocaram mensagens de ódio, com xingamentos, por questões políticas. 

Desde que sua participação no Roda Viva foi anunciada, Neto teve diversas especulações sobre a importância de sua entrevista no programa. Já na abertura da edição, Vera Magalhães definiu como histórica a decisão da produção de trazer um youtuber e empresário para o centro da roda de perguntas.

Com mais de 37 milhões de inscritos em seu canal do YouTube, Neto é uma das figuras mais populares da internet. Em 2019, se tornou o segundo youtuber mais visto do mundo e entrou na lista dos maiores influenciadores digitais do Brasil. Com falas e opiniões sobre política, ele se viu envolvido em diversas polêmicas nos últimos meses.

Uma deles foi diretamente com Rachel Sheherazade, que foi propositalmente escolhida para ser uma das entrevistadoras convidadas da noite. Ao se dirigir para Neto, ela se referiu a ele como "meu ex-hater". Ele concordou com a observação.

"Já fui um hater de Rachel. Já escrevi texto no Facebook contra ela. Rachel tem uma presença tão importante na imprensa e nas redes sociais. Estou com orgulho de ter você me entrevistando", completou, dando fim à antiga rixa. 

A apresentadora e o youtuber protagonizaram diversos momentos de divergências por terem posições contrárias sobre Jair Bolsonaro. A âncora do SBT já se posicionou favorável aos ideais do presidente. Em 2018, criticando a postura da comunicadora, Felipe chegou a dizer que a colega era "exemplificação exata da bosta conservadora".

Depois, quando Rachel passou a fazer críticas ao governo, Neto aprovou a "mudança" de pensamento da jornalista. Ao tentar se aproximar de sua ex-rival, percebeu que ela o havia bloqueado nas redes sociais.

No Roda Viva, Rachel perguntou o motivo dele ter mudado a linguagem de seu canal no YouTube de algo jovial para as opiniões políticas. "O que te fez exatamente deixar de ser aquele Felipe Neto imaturo para ser o crítico político que você se tornou?", questionou.

"Não houve um gatilho. Acho que a minha participação dentro desse cenário sempre existiu. Mas eu sempre encarei meu canal como fonte de diversão. Levei esse debate para o Twitter. No Youtube eu sou uma mistura de apresentador, ator e comunicador. Dentro YouTube eu estou criando conteúdo como pessoa e empresa. Já no Twitter, não. É uma rede social de opinião, onde eu coloco para fora o que penso", analisou.

Ameaças de morte e reality show

Em outro momento do Roda Viva, a âncora do SBT abordou as ameaças de morte que o convivado recebeu recentemente. "Você acha que o gabinete do ódio do atual governo tem alguma relação com as ameaças que você e sua família sofreram?", perguntou. 

"Não sei. É difícil imaginar um cenário onde não tenha. Não sei, infelizmente, a gente está na polícia. Estão até hoje com o caso, mas é difícil eles chegarem à raiz do problema. Eu recebi e a minha mãe recebeu ameaças de morte por minha causa. Dá para imaginar como me senti em relação a isso. Ainda é um assunto sensível. A gente teve que tirar minha mãe do Brasil e isso é realmente inacreditável", comentou.

"Quando eu falo de não ter tolerância com os intolerantes, que seria o paradoxo da tolerância, é algo que acredito muito. A gente não pode olhar toda a violência, opressão, tentativa de silenciar a imprensa, de calar a democracia... A gente não pode olhar tudo isso e ser intolerante. A gente não pode validar esse tipo de lado", completou. 

Diante de tantos posicionamentos, Neto respondeu à uma dúvida de telespectador que perguntou se ele pretende ter carreira política. "Não, não é por aí. Neste momento não tenho qualquer interesse político", enfatizou.

Na atração da TV Cultura, o empresário confirmou que já negou um convite para integrar o elenco de A Fazenda, da Record, e explicou o comentário que fez de que toparia participar do Big Brother Brasil, da Globo.

"Neguei A Fazenda. E não tenho como participar de um Big Brother por vários motivos. Esse BBB20 foi tão interessante. Eu não assistia BBB há muitos anos, desde a edição quatro ou cinco. Achei esse BBB20 tão legal que eu falei que meu deu até vontade de estar lá. Mas não tem a mínima condição porque eu teria que parar meu trabalho por três meses."

A bancada do Roda Viva foi formada por Rachel Sheherazade, Edgard Piccoli, apresentador e radialista; Maria Claudia Almeida, diretora de comunicação do Twitter; Mariliz Pereira Jorge, jornalista; e Carol Pires, correspondente do New York Times e colunista da revista Época.

Confira trechos de Felipe Neto no Roda Viva:

Confira o Roda Viva com Felipe Neto na íntegra:

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve passar após Fina Estampa?
A Favorita (2008)
33.63%
Amor à Vida (2013)
21.26%
A Força do Querer (2017)
16.59%
Vou torcer pela volta de Amor de Mãe
28.52%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook