Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MEMÓRIA DA TV

Antes de José Condessa, astros como Tarcísio Meira largaram novelas da Globo

Fotos: Divulgação/TV Globo

O português José Condessa na festa de apresentação da novela Salve-se Quem Puder

O português José Condessa na festa de apresentação da novela Salve-se Quem Puder; de saída

THELL DE CASTRO

Publicado em 21/3/2021 - 6h45

A partir de segunda (22), quando Salve-se Quem Puder voltar ao ar após quase um ano de interrupção, o público verá José Condessa em cena. No entanto, a participação dele na história tem data para acabar, já que o ator português acabou abandonando a produção. Mas esse não foi o primeiro caso do tipo que a Globo enfrentou.

Em seus primeiros anos, a emissora passou sufoco quando um de seus astros, Tarcísio Meira, simplesmente pediu para deixar o elenco de A Gata de Vison (1968), da qual era protagonista.

O ator ficou descontente com a autora Glória Magadan (1920-2001), que se apaixonou por Geraldo Del Rey (1930-1993), que fazia o vilão da trama, e acabou mudando a personalidade dos dois personagens no decorrer dos capítulos.

Irritado, Tarcísio pediu para ser morto na trama, mas foi substituído pelo ator Milton Rodrigues, enquanto Del Rey acabou virando o novo mocinho da produção.

Tarcísio Meira com Yona Magalhães em cena de A Gata de Vison: ator se irritou com troca de perfis

No ano seguinte, foi a vez de o próprio Del Rey fazer o mesmo. Ele vivia Luciano, um importante personagem de Véu de Noiva, novela de Janete Clair (1925-1983) que revolucionou a linguagem da teledramaturgia da Globo.

Mas o ator acabou aceitando um convite de Magadan, demitida pelo canal, e seguiu com ela para a Tupi, onde fizeram a obscura E Nós, Aonde Vamos?, última novela da autora em solo brasileiro. Para driblar a saída de Del Rey, Luciano foi assassinado --e o "quem matou?" acabou contribuindo para o sucesso da produção.

Novela das dez apresentada pela Globo em 1972, O Bofe foi um fracasso, culminando no afastamento do autor Bráulio Pedroso (1931-1990) durante a exibição da novela --o bastão foi passado para o jovem Lauro César Muniz. José Wilker (1944-2014), que vivia Bandeira na trama, não gostou do ocorrido e pediu para deixar o elenco. Seu personagem acabou morrendo de tanto rir --é isso mesmo que você leu.

Em O Bem-Amado, primeira novela colorida da televisão brasileira, produzida em 1973 pela Globo e recentemente disponibilizada pelo Globoplay, Dilma Lóes (1950-2020) viveu Anita Medrado em seu único trabalho na emissora.

Seu desaparecimento da trama foi inusitado: certo dia, ela apareceu na gravação, ensaiou, mas sumiu em seguida. Seu contrato havia acabado, e a atriz simplesmente não quis renovar.

Mãe da atriz Vanessa Lóes, Dilma declarou posteriormente que vivia um momento pessoal conturbado e queria se afastar da telinha. Sua personagem foi morta, com uma dublê levando um tiro pelas costas.

Abandonos recentes

Mais tarde, em 1990, foi a vez de Luma de Oliveira deixar Meu Bem, Meu Mal, novela de Cassiano Gabus Mendes (1929-1993) na qual vivia a garota de programa Ana Maria. Ela saiu da novela junto com sua irmã, Isis de Oliveira, que acabou demitida pela Globo durante a produção.

Recentemente, Luma contou em entrevista que pediu para deixar a novela ao descobrir que estava grávida do empresário Eike Batista. Sua personagem foi assassinada e ela sequer gravou essa cena --a emissora usou uma dublê, assim como no caso de Dilma Lóes.

Antes de Condessa, o caso mais recente havia sido o de Humberto Martins em Verão 90, exibida em 2019. O ator ficou insatisfeito com seu personagem, Herculano Mendes, e pediu afastamento na metade da produção. Oficialmente, a saída se deu por problemas de saúde.

Alguns anos antes, em Kubanacan (2003), Martins, que vivia o general Carlos Camacho, um dos principais personagens da atração, também havia saído da produção no meio, mas acabou voltando no final da história.

Finalmente, no ano passado, o português José Condessa, que vivia Juan na novela de Daniel Ortiz, acabou voltando para sua terrinha quando a produção brasileira foi interrompida por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus.

O ator, que tinha contrato com a Globo até 31 de julho de 2020, acabou aceitando convite para protagonizar a novela Bem Me Quer, da TVI, em Portugal, que estreou em 26 de outubro.

Nos capítulos inéditos da novela, que serão exibidos a partir de maio, as funções de Juan, que desaparecerá da história, serão assumidas por Alejandro, papel interpretado por Rodrigo Simas.


Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?