Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MAIOR PERRENGUE

Perdeu Pantanal? Globoplay ocupa lugar que era do videocassete em 1990

FOTOS: REPRODUÇÃO

Videocassete reproduzindo novela Pantanal na TV de tubo nos anos de 1990

Gravar a novela com o videocassete era opção para ver Pantanal fora do horário em 1990

EDUARDO BONJOCH

edubonjoch@gmail.com

Publicado em 2/4/2022 - 6h30

Quando a primeira versão de Pantanal estreou na Manchete (1983-1999), em 1990, programar a gravação dos capítulos pelo videocassete era a opção disponível se o telespectador não pudesse ver a novela em tempo real. Hoje, em plena era digital, depois de 31 anos, o Globoplay, serviço de streaming da Globo, assume esse papel, atualizando a trama na internet logo depois que os episódios vão ao ar na TV aberta.

A evolução tecnológica trouxe muitas vantagens para o telespectador. Programar gravações no videocassete nem sempre era uma tarefa fácil. Bastava um pequeno deslize na hora de definir o dia da semana ou horário de início/fim da gravação, para pôr tudo a perder. Fora que nem sempre a novela entrava no ar na mesma hora, e a chance de perder parte do capítulo, por uma derrapada nos detalhes da gravação, era muito grande.

E tinha também outro problema que amaldiçoava quem gostava de gravar programas no videocassete: o espaço disponível na fita VHS. Atire a primeira pedra quem nunca se deu mal porque a fita acabou antes do final do filme ou do capítulo da novela. As fitas mais usadas traziam a especificação T-120 na embalagem e eram capazes de registrar até seis horas de conteúdo nos modos de gravação SLP ou EP.

Com a chegada das novelas ao serviço de streaming da Globo, esses problemas acabaram. Além disso, o telespectador não precisou mais adiantar os intermináveis intervalos comerciais da TV aberta e nem investir em fitas VHS, já que os capítulos ficam armazenados nos servidores do Globoplay. Mas, por outro lado, o serviço é pago e custa R$ 19,90 mensais.

Outro ponto interessante é que, ao acompanhar a novela pela plataforma de internet da Globo, o telespectador só tem acesso aos capítulos enquanto for assinante do serviço. Na época do videocassete, a gravação podia ser guardada para sempre ou até enquanto durasse a fita VHS.  

Nos dias de hoje, as reclamações mais frequentes estão relacionadas a travamentos e instabilidades para ver o conteúdo que chega pelo streaming. Nesse caso, o culpado pode ser tanto o provedor de internet, quando há problemas na rede ou oscilações na velocidade do plano contratado; ou o próprio Globoplay, principalmente quando vários assinantes acessam o mesmo conteúdo simultaneamente, sobrecarregando a plataforma.

JOÃO MIGUEL JúNIOR/tv globo

Juliana Paes como Maria Marruá

Juliana Paes em cena: novela em dia na faixa  

Veja os primeiros capítulos de graça

Se você não é assinante Globoplay e perdeu a estreia de Pantanal, terá a chance de ver os capítulos da primeira semana na faixa pelo serviço de streaming até a noite da próxima segunda (4). A ação faz parte da pesada estratégia de divulgação da novela, que tem a missão de recuperar a audiência da faixa das nove, após o fracasso de Um Lugar ao Sol.

Quem acessar a plataforma poderá ver na íntegra os seis capítulos exibidos entre 28 de março e 2 de abril. Segundo a Globo, a opção de ver o primeiro episódio em resolução 8K pelo app do Globoplay nas TVs Samsung compatíveis com essa tecnologia ficará disponível gratuitamente por tempo indeterminado.


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.