Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DEU RUIM

Séries travam na smart TV? Problema pode estar na rede ou até no roteador

FOTOS: REPRODUÇÃO

Smart TV com imagem travando por instabilidade da internet

Serviços sugerem uma velocidade de, pelo menos, 5 Mbps para ver conteúdos em alta definição

EDUARDO BONJOCH

edubonjoch@gmail.com

Publicado em 6/2/2022 - 6h15

Se você não aguenta mais ver suas séries da internet travando na smart TV, saiba que o problema pode ser causado por vários fatores. Os principais são a velocidade do plano contratado, as características do roteador e a distância entre esse aparelho e a tela. A maneira como o sinal segue do modem da operadora até o televisor, se por cabo ou rede wi-fi, também influencia no resultado final.

O primeiro passo é verificar qual a velocidade do seu plano de internet. A Netflix, por exemplo, sugere uma conexão mínima de 5 megabits por segundo para ver filmes e séries em resolução Full-HD, a melhor opção de imagem no plano padrão. Para conteúdos em 4K, a recomendação dos serviços de streaming é ter uma banda larga de 25 a 30 Mbps.

Vale lembrar que as operadoras brasileiras não são obrigadas a entregar 100% da conexão contratada. De acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), as empresas devem garantir 80% da velocidade, em uma média mensal, ou 40%, em medições pontuais. Assim, em um plano de 10 Mbps, a média mensal de velocidade deve ser de, pelo menos, 8 Mbps, ou 4 Mbps em qualquer medição, inclusive em horários de pico e dias de chuva.

O segundo ponto é medir a velocidade da internet na smart TV, utilizando ferramentas como o Speedtest ou o Fast, desenvolvido pela Netflix. Depois, a dica é ligar a TV ao roteador a partir de um cabo de rede e fazer uma nova medição. Se a diferença for grande, o problema está na sua rede sem fio. Na dúvida, procure fazer ainda um teste prático, comparando as duas formas de conexão ao ver alguns episódios da sua série favorita.

"Em boa parte dos casos, ligar a TV ao roteador a partir de um cabo de rede é a opção mais indicada para preservar a melhor velocidade da internet", explica Paulo Dal Bó, engenheiro que atua na área de redes residenciais há 15 anos. Mas, como nem sempre isso é possível, outras alternativas são instalar o roteador perto da TV ou distribuir alguns repetidores de sinal wi-fi pela residência.

A distribuição dos repetidores se torna mais eficiente ao adquirir kits para montar uma rede wi-fi mesh, que custam a partir de R$ 400, com duas unidades. Nesse caso, quase não há perdas de sinal entre os vários pontos de acesso, permitindo criar uma rede estável em toda a residência.

O roteador deve ficar perto da TV  

Como escolher o roteador?

Para Alex dos Santos, especialista em áudio e vídeo, uma rede wi-fi veloz depende da qualidade do roteador. Esqueça da solução da própria operadora. Por uma questão de volume e preço, é comum oferecerem produtos mais simples, que podem comprometer a velocidade de conexão, principalmente em cômodos anexos. O ideal é dividir as tarefas, com um roteador para a distribuição do sinal de internet, conectado por cabo ao modem padrão.

Na hora da escolha, o consumidor precisa observar se o roteador é dual band, operando nas faixas de frequências de 2,4 GHz e 5 GHz, como grande parte das TVs 4K à venda nas lojas. De alcance superior, a transmissão sem fio a 2,4 GHz perde em velocidade. Já a de 5 GHz é mais rápida, mas só se sai bem em áreas menores, com poucas paredes e obstáculos. Se o roteador estiver instalado no mesmo cômodo do televisor, a segunda opção é a melhor.

"Para evitar perdas de velocidade em uma rede sem fio, o roteador deve ficar o mais próximo da TV, de preferência no mesmo cômodo ou a menos de dez metros", afirma Santos. E se você quiser aproveitar a máxima velocidade de um plano com mais de 100 Mbps, terá que investir em um roteador Gigabit, capaz de receber e transportar essa velocidade sem perdas, via cabo.

TUDO SOBRE

Smart TV

TV 4K


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.