Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TELAS GRANDES

4K ou 8K: Vale a pena pagar o dobro do preço por uma TV de mesmo tamanho?

REPRODUÇÃO/TCL

Sala com TV 8K pendurada na parede, exibindo imagem de alta qualidade

As TV 8K têm resolução quatro vezes maior do que os modelos 4K, mas falta conteúdo

EDUARDO BONJOCH

edubonjoch@gmail.com

Publicado em 19/6/2021 - 6h30

Com resolução de 7.680 por 4.320 pixels, quatro vezes superior à 4K, as TVs 8K são as mais avançadas e caras do mercado. Nas lojas on-line, o Notícias da TV encontrou dez opções deste tipo, das marcas LG, Samsung e TCL, com telas de 65 a 82 polegadas. Mas prepare o bolso: você terá que investir, pelo menos, R$ 4,5 mil se quiser levar para casa uma TV 8K de 65 polegadas, o dobro do valor de um modelo 4K de mesmo tamanho. Será que vale a pena?

Os principais benefícios das TVs 8K são a precisão de cores e a nitidez, que permite observar todos os detalhes de uma cena sem se preocupar com a visualização dos quadrinhos (pixels) que compõem a imagem, mesmo quando o telespectador está bem perto da tela. Com isto, dá para realizar o sonho de ter uma tela grande em um pequeno ambiente.

Mas especialistas concordam que a diferença na qualidade da imagem de uma TV 4K em relação a um modelo Full-HD é muito superior à de uma TV 8K se comparada a uma tela 4K. Na dúvida, faça o teste em uma loja com os dois tipos de TVs Ultra HD exibindo o mesmo conteúdo e procure observar se as alterações na nitidez e no detalhamento da imagem justificam o maior investimento quando se está à mesma distância que você terá na sua casa.

Além do preço, outro obstáculo para o avanço da tecnologia 8K é a falta de conteúdo com esta resolução. A TV digital aberta, por exemplo, ainda exibe sua programação em Full-HD. Na TV paga, as transmissões em 4K são raras, e o formato tem deslanchado mais nos serviços de streaming.

Se a oferta de conteúdo em 4K só aumentou nos últimos dois anos, imagine em 8K. Certamente, ainda vai demorar para serviços como Netflix e Prime Video disponibilizarem algum conteúdo nessa qualidade. Para isso, a internet brasileira precisaria melhorar muito, com acesso a velocidades mínima de 100 Mbps para grande parte dos usuários.

Hoje, a melhor imagem vista em uma TV 8K é obtida a partir do recurso de upscaling, que é automaticamente acionado pela inteligência artificial destes aparelhos. Muito eficiente nos televisores lançados em 2020 e 2021, a função simula artificialmente a resolução 8K a partir de filmes, séries, games e outros conteúdos com definição inferior.

reprodução/samsung

TV 8K: mais ajustes e jogos fluídos 

TV 8K é boa pedida para games

Embora algumas funções também apareçam nas TVs 4K mais caras, o maior mérito das TVs 8K está em reunir o que há de mais moderno em tecnologias de áudio e vídeo para televisores. Mais rápidos e avançados do que em outros aparelhos, os processadores destes modelos permitem acessar com agilidade os aplicativos de internet e recursos de inteligência artificial.

Diferentemente dos modelos 4K mais básicos, várias TVs 8K incorporam a tecnologia Dolby Vision, oferecida em filmes e séries da Netflix e do Prime Video, por exemplo. Assim como a opção HDR10+, leva vantagem nos ajustes automáticos de brilho, contraste e cor, que se adaptam às imagens claras e escuras e às variações de luz no ambiente.

Nos dois casos, os ajustes são precisos e atualizados a cada nova sequência do filme ou cenário do game, deixando as cores mais fiéis e reais durante todo o tempo em o conteúdo é exibido.

Para quem gosta de ficar horas jogando videogame, vários modelos 8K já oferecem suporte às tecnologias FreeSync, da AMD, e G-Sync, da Nvidia, que diminuem travamentos e instabilidades. Trazem também entradas HDMI 2.1, que seguem o padrão de transmissão de dados 4K oferecendo taxa de atualização variável (VRR) e frequência de 120 Hz com modo automático de baixa latência (ALLM).

Deixando as siglas e nomes complicados de lado, as conexões melhoram a resposta aos comandos dos games, sendo ideais para jogar os títulos dos novos consoles PlayStation 5 e Xbox Series X de forma fluida, controlando as instabilidades. Estão ainda preparadas para trafegar no sinal 8K a 60 Hz da nova geração de videogames a ser lançada no futuro.

Na parte de áudio, o suporte ao formato Dolby Atmos permite ressaltar os efeitos sonoros aéreos na parte de cima do ambiente. Alguns modelos, como o da TCL, com 75 polegadas, já incluem uma caixa soundbar na embalagem para aproveitar melhor a tecnologia.

Recém-lançada, a TV Neo QLED 8K Samsung de 75 polegadas, por exemplo, aposta em um conceito de envolvimento sonoro para se utilizar melhor desta tecnologia. É um televisor que apresenta alto-falantes distribuídos por todas as direções, e até na parte traseira, seguindo as orientações de quem criou o sistema. A novidade custa R$ 63 mil.


Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?