Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NOVA GERAÇÃO

TVs para games melhoram imagem dos jogos em telas de até 86 polegadas

REPRODUÇÃO/SAMSUNG

Casal joga videogame na tela de uma TV QLED de 75 polegadas

TV QLED Samsung de 75 polegadas; novos recursos miram o mercado de games

Eduardo Bonjoch

edubonjoch@gmail.com

Publicado em 28/2/2021 - 7h04

Com opções que vão de 55 a 86 polegadas e preços a partir de R$ 4.000, algumas das TVs 4K mais sofisticadas de marcas como LG e Samsung oferecem recursos de som e imagem pensados para os gamers. Na lista, estão tecnologias para a reprodução mais fiel dos gráficos; a divisão da tela em duas imagens, a do jogo e a do celular, por exemplo; e a distribuição de alto-falantes pela tela para aumentar o realismo sonoro.

Várias das tecnologias que estão chegando às TVs já são bem conhecidas no mundo dos monitores para games, atualmente, com telas de até 49 polegadas. É o caso da FreeSync, da AMD, e G-Sync (exclusiva das TVs LG), da Nvidia, que corrigem problemas na atualização de imagem dos jogos, diminuindo travamentos e instabilidades.

Outra novidade das novas TVs é a porta HDMI 2.1, que segue o mesmo padrão superior para a transmissão de dados dos novos consoles PlayStation 5 e Xbox Series X. Esta conexão suporta a resolução 4K (3.840 por 2160 pixels, quatro vezes superior à Full HD) com uma taxa de atualização de 120Hz, que é ideal para games porque permite acompanhar de forma fluida e nítida a mudança de quadros durante os jogos, controlando as instabilidades.

Pela porta HDMI 2.1, também é possível aproveitar a tecnologia HDR (de High Dynamic Range, já disponível na maioria dos televisores 4K e nos novos videogames) dinâmica. A vantagem está na adaptação do brilho e do contraste a cada novo cenário para a exibição de detalhes claros e escuros dos jogos.

A seguir, destacamos outros detalhes importantes em uma TV para games:

Tempo de resposta rápido

Fundamental para quem joga videogame na TV, o tempo de resposta revela o intervalo em que um pixel leva para reagir às variações de cor e luz nas imagens. Quanto menor, melhor, para evitar borrões e rastros em objetos em movimento. Segundo a LG, as TVs de tecnologia OLED apresentam tempo de resposta de 1ms (de milissegundo), levando vantagem neste quesito.

Baixo input lag

Também chamado de latência, é o tempo de atraso entre o envio e a execução de um comando do jogador na tela. Quanto maior este tempo de atraso, pior a experiência com games, o que pode provocar perda de reflexo em jogos com chutes ou tiros. Neste quesito, os monitores se saem melhor.

Para as TVs, considere taxas abaixo de 30ms. Segundo a Samsung, a TV Q80T, disponível em 55, 65 e 75 polegadas, apresenta 9,8ms. A LG divulga 9ms para a linha OLED C9, com telas de 55 a 77 polegadas.

Os modelos atuais com foco em games oferecem recursos adicionais para melhorar esta experiência. Ao conectar um console nas novas TVs, por exemplo, o modo Jogo é ativado, diminuindo automaticamente a latência e melhorando a exposição de luz nos cenários escuros.

E para manter a estabilidade e a suavidade das imagens em movimento, algumas TVs oferecem o recurso VRR, de Variable Refresh Rate, que altera a taxa de renovação da imagem de acordo com as fases de cada jogo.

Inteligência artificial

REPRODUÇÃO/lg

TV NanoCell LG de 86 polegadas; a maior tela para games

As TVs 4K conseguem ampliar artificialmente a resolução de qualquer conteúdo para altíssima resolução, o que vale para filmes, séries, programas de TV e games. Este processo, chamado de upscaling, é um dos benefícios da inteligência artificial, que se destaca ainda pelos comandos de voz.

Com o uso de processadores mais avançados, esta conversão tornou-se ainda melhor nos modelos da linha 2020, dando a impressão de que jogos mais antigos, por exemplo, têm gráficos com resolução superior.

Tela dupla

Com nomes que variam de acordo com o fabricante, esta função permite dividir a tela para ver duas imagens simultâneas. Nas TVs Samsung, o recurso, chamado de Multi Tela, permite que você jogue de um lado e veja o conteúdo do celular no outro. Assim, é possível consultar dicas e referências no YouTube ou nas redes sociais em tempo real, ou ver um filme no Netflix enquanto você joga.

Som envolvente

Na parte de áudio, a novidade da Samsung é a distribuição de alto-falantes embutidos em cima, embaixo e nas laterais da TV, distribuindo o áudio por toda a área em torno da tela.

Já as TVs para games da LG reconhecem trilhas sonoras em Dolby Atmos, o que realça os efeitos sonoros na parte alta do ambiente, como aviões e helicópteros sobre as cabeças dos jogadores, por exemplo. Neste caso, melhor resultado é obtido quando a TV transmite o sinal de áudio a uma soundbar ou receiver de um home theater com a mesma tecnologia, via conexão HDMI ARC.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou do final de Amor de Mãe?